PUBLICIDADE

Topo

Juju Salimeni enfrentou machismo no Pânico na TV: 'Difícil se impor'

Juju Salimeni é rainha de bateria da X-9 Paulistana - Ricardo Matsukawa/UOL
Juju Salimeni é rainha de bateria da X-9 Paulistana Imagem: Ricardo Matsukawa/UOL

De Universa, em São Paulo

17/04/2020 08h48

Juju Salimeni afirma que precisou enfrentar o machismo no programa "Pânico na TV", programa em que foi assistente de palco de 2009 a 2011.

"O programa foi muito importante, mas foi difícil se impor em um ambiente muito masculino", disse Juju em entrevista à revista Quem. "Nunca deixei homem dizer que eu podia isso ou aquilo, não podia isso ou aquilo."

Ela conta que cresceu muito como pessoa nesse período e celebra a carreira que conseguiu com a participação no programa. "Hoje me sinto muito mais forte, consegui um espaço interessante e uma carreira que, se Deus quiser, vai melhorar muito ainda", explica a musa fitness.

Relação com o ex

Namorando com o empresário Helisson Dias desde dezembro do ano passado, Juju conta que a sua relação com o fisioculturista Felipe Franco, com quem foi casada por 14 anos, é meramente profissional.

"Melhor forma de seguir a vida é não ter nenhum tipo de contato. Para que a gente se recupere do que ainda machucava, eu precisei retirá-lo da minha vida. Hoje estou curada, então posso ter uma conversa, normal, mas tive que cortar esse vínculo", explicou. "Temos contratos de trabalho, mas não temos relação", completou.

Direitos da mulher