PUBLICIDADE

Topo

Casamento

Covid-19: mulher tocou música do casamento ao marido antes de ele morrer

Maura Lewinger e o marido, Joe, que morreu por causa do coronavírus - Reprodução/Facebook
Maura Lewinger e o marido, Joe, que morreu por causa do coronavírus Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

08/04/2020 15h29

Maura Lewinger lamentou hoje, em entrevista para a CNN, a morte do marido Joe por causa do coronavírus no dia 28 de março. Ele tinha 42 anos.

A mulher, moradora de Nova York (EUA), revelou que o último "contato" que teve com ele foi por uma chamada de vídeo, quando ela tocou no piano a música do casamento deles.

"Agradeci a ele por ser o marido mais incrível, por me fazer sentir querida e amada todos os dias", disse ela, acrescentando que fez uma música especial depois que os médicos disseram que Joe não tinha mais pulso.

"Toquei nossa música de casamento para ele. E então foi isso ", disse ela. "Eu estava com ele quando faleceu", completou Maura.

Joe, pai de três filhos e diretor assistente da Academia Mary Louis, em Queens, não tinha condições preexistentes e sua batalha contra o coronavírus começou com sintomas leves, disse a mulher.

Inicialmente, no dia 17 de março, ele teve febre baixa, mas logo evoluiu para problemas respiratórios.

Maura disse à CNN que passou quase 24 horas por dia, 7 dias por semana com Joe no FaceTime enquanto ele era paciente no hospital, e tentou acalmá-lo e "não deixá-lo se sentir sozinho".

Quando um médico disse que Joe havia piorado, ela conseguiu falar com ele por chamada de vídeo, onde "implorou para que ele não deixasse e disse que todos precisavam dele".

Maura disse que, enquanto esperava em casa para ver se as tentativas do médico para salvar Joe seriam suficientes, ela tocou a música do casamento em um loop até que o médico ligou mais uma vez e teve seu último momento.

"Não importa o que você estivesse falando, Joe estava sempre ouvindo. Ele sempre sentiu que você era a pessoa mais importante na sala", disse ela à CNN. "Ele sempre cuidou de mim, me ajudou em todos os aspectos."

Embora Maura tenha dito que sua morte ainda parece surreal - "às vezes parece que ele está trabalhando" - ela se limitou à importância de levar a sério o distanciamento social.

"As pessoas simplesmente não estão sendo cuidadosas. As pessoas estão se sentindo tão invencíveis e acham que isso não pode acontecer com elas ", disse. "Você não pode, não pode estar com pessoas que não estão em sua casa".

Casamento