PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

21 séries e desenhos para seus filhos assistirem em dias de quarentena

iStock
Imagem: iStock

Bruno Dias

Colaboração para Univera

31/03/2020 04h00

A pandemia de coronavírus fez com que as escolas fechassem as portas e mexeu com a rotina das famílias brasileiras, com os pais tendo que se ajustar à nova situação, buscando formas de entreter seus filhos enquanto precisam trabalhar.

Além de brincadeiras e atividades especiais, muitos pais terão que recorrer a séries e desenhos para manter as crianças ocupadas em casa durante a quarentena. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), bebês com menos de 2 anos não devem ter contato com telas digitais. A recomendação da organização é que, a partir de 2 anos, os pequenos não podem ficar mais de uma hora expostos às telas.

Apesar da recomendação, o bom senso ainda é a melhor medida para pais saberem quanto tempo seus filhos podem ficar expostos, principalmente quando falamos de gadgets como tablets e celulares, que podem causar, entre outras coisas, alteração de sono, dores de cabeça e musculares com seu uso em excesso.

Muitas opções nas plataformas de streaming trazem estímulos sonoros, como musiquinhas, que não necessariamente expõem os pequenos às telas. Abaixo segue uma lista de desenhos e séries - separados por faixa etária - para entreter as crianças durante a quarentena:

Se seu filho tem de 2 a 3 anos

"Peppa Pig" (Netflix)

Sucesso mundial do estúdio de animação britânico Astley Baker Davies, "Peppa Pig" dispensa apresentações. A série de animação narra as aventuras da porquinha cor-de-rosa Peppa e sua família. São historinhas curtinhas, com 18 minutos de duração e muitas músicas, que encantam e atraem crianças do mundo inteiro. No catálogo da Netflix, existem cinco temporadas disponíveis, num total de 46 episódios.

"Galinha Pintadinha" (Netflix e YouTube)

Fenômeno brasileiro criado pelos produtores Juliano Prado e Marcos Luporini, "Galinha Pintadinha" também deve ser velha conhecida das crianças, que simplesmente não se cansam de assistir aos episódios e cantar suas músicas ("Upa Upa Cavalinho", por exemplo, tem mais de 1 bilhão de visualizações no YouTube). Inclusive uma das canções, "Lava a mão", é bem importante para esses tempos de coronavírus e está em destaque no canal do YouTube do desenho. Na Netflix estão disponíveis quatro temporadas, mas o canal do YouTube traz muito mais conteúdo, incluindo "Galinha Pintadinha Mini", nova série da franquia com conteúdos inéditos, novas historinhas e atividades educativas.

"Mônica Toy" (YouTube)

São muitas a variações do universo da "Turma da Mônica", desde gibis até filmes e animações, e um dos sucessos recentes é a "Mônica Toy", versão toy art dos personagens criados por Mauricio de Sousa. São historinhas de 38 segundos, basicamente som e animação, com aventuras rapidinhas de Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e companhia. Por conta da quarentena, todas as oito temporadas - a oitava acabou de começar -, estão disponíveis gratuitamente no canal do YouTube da Turma da Mônica. Além disso, maratonas da "Turma da Mônica" clássica e tirinhas completas estão sendo publicadas nas redes sociais da franquia.

"Mini Beat Power Rockers" (YouTube)

Criada pelo cineasta argentino Juan José Campanella, ganhador do Oscar de filme estrangeiro em 2009 com "O Segredo dos Seus Olhos", "Mini Beat Power Rockers" é uma animação estrelada por quatro bebês roqueiros: Fuz, Wat, Myo e Carlos. Os pequenos esperam a distração da babá Dolores, do berçário que frequentam juntos, para fazer música e viver muitas aventuras. A série é exibida no Brasil pelo Discovery Kids Brasil. Caso você não tenha o canal em casa, não se preocupe. No YouTube estão disponíveis, gratuitamente, 154 vídeos de ?Mini Beat Power Rockers?.

Se seu filho tem 3 a 5 anos

"Patrulha Canina" (Netflix)

Sucesso da Nick Jr., irmão mais novo da Nickelodeon, "Patrulha Canina" tem como protagonistas um menino de 10 anos chamado Ryder e os filhotes adoráveis (e heróicos) Chase, Marshall, Rocky, Zuma, Rubble e Skye. Eles se envolvem em missões de resgate especiais e cuidam da segurança da Baía da Aventura? e do mundo! Ao todo são sete temporadas, exibidas pelo Nick Jr., mas caso você não tenha o canal em sua operadora de TV, a Netflix tem três temporadas disponíveis.

"Dora, a aventureira" (Netflix)

A animação "Dora, a Aventureira" é um clássico da Nickelodeon que existe desde 1999 e teve 178 episódios. Nela, Dora e Botas, seu amigo macaco, viajam o mundo para resolver problemas, sempre com ajuda do telespectador e de seu Mapa especial, que canta e sempre mostra os lugares pelos quais Dora fará suas aventuras. As temporadas quatro e cinco estão disponíveis na Netflix.

"Masha e o Urso" (Netflix)

Outra animação fofinha disponível na Netflix e perfeita para entreter os pequenos é "Masha e o Urso". Como o nome já diz, o desenho tem a garotinha Masha, de 3 anos, como protagonista e é baseado em um conto de fadas do folclore russo. Sim, a série é russa, produzida pela Animaccord Animation Studio, de Moscou. Masha vive em uma casa na floresta e tem como amigo e vizinho um urso, que mora em uma cabana próxima a dela e faz de tudo para mantê-la longe do perigo. Ao todo são quatro temporadas, com episódios de 21 minutos, e as três primeiras estão disponíveis na Netflix.

"Pergunte aos Storybots" (Netflix)

Por que o dia vira noite? Por que eu tenho que escovar os dentes? Respostas para essas e outras perguntas comuns das crianças são respondidas pela equipe 341B, formada pelo quinteto Beep, Bing, Bang, Boop e Bo. Eles são os Storybots, personagens da franquia criada pelo JibJab Bros. Studios e que foi comprada pela Netflix. Ela mistura animação e live-action e tem caráter educativo desde sua origem, quando era apenas uma websérie. São três temporadas na Netflix, com episódios de 28 minutos em média.

"O Chefinho - De Volta aos Negócios" (Netflix)

Spin-off (série derivada de outra obra) do filme "O Poderoso Chefinho", a série de animação produzida pela DreamWorks Animation acaba de ter sua terceira temporada lançada na Netflix (as duas primeiras seguem disponíveis por lá). Assim como no longa, "O Chefinho - De Volta aos Negócios" segue o Chefinho e seu irmão mais velho Tim, ambos vivendo uma vida dupla dentro da família, como crianças normais, enquanto comandam os negócios da BabyCorp.

Se seu filho tem 5 a 9 anos

"D.P.A. - Detetives do Prédio Azul" (Globoplay)

Criada pela autora Flávia Lins e Silva, especialmente para o Gloob, "D.P.A. - Detetives do Prédio Azul" é um dos fenômenos recentes da TV brasileira, universo que já se expandiu para livros, peça de teatro e filmes. A história gira em torno de três amigos inseparáveis que se juntam para resolver os mistérios dos prédio antigo onde vivem, usando suas capas superequipadas. O trio protagonista mudou conforme os atores foram crescendo, afinal de contas, a série atingiu o marco de 300 episódios em maio de 2019 - tornando-se uma das séries infantis mais longevas da TV brasileira. Ela tem doze temporadas exibidas e está confirmada, pelo menos, até a 15ª temporada. Por conta da pandemia de coronavírus, o Globoplay liberou por 30 dias, a partir do dia 17 de março, parte de seu conteúdo infantil e "D.P.A." faz parte do pacote.

"Quem foi? A série" (Netflix)

Com apenas uma temporada de 13 episódios na Netflix, "Quem foi? A série" é perfeita para levar entretenimento e conhecimento aos pequenos durante a quarentena. Baseada na série de livros "Who Was?", publicada pela Grosset & Dunlap, ela traz biografias rápidas de personalidades como Gandhi, Bruce Lee, Julius Caesar, Benjamin Franklin, entre outras, com muita informação e uma linguagem acessível. O personagem de Andrew Daly, Ron, interage com um grupo de adolescentes enquanto conta a história dos personagens históricos escolhidos.

"Escola de Gênios" (Globoplay)

Mais uma produção nacional do Gloob, "Escola de Gênios" também está disponível no Globoplay de forma gratuita por causa da pandemia de coronavírus. Criada por Angela Hirata Fabri, e com quatro temporadas, ela tem como protagonista Issac (Kaik Pereira), um garoto de 12 anos muito bom em matemática que é chamado para estudar na Escola de Gênios. Deslocado no começo e tendo como adversária a gênia em robótica Tesla (Júlia Mendes), ele vê na escola especial uma oportunidade de ajudar a irmã de 9 anos, que ficou tetraplégica após um acidente.

Senninha na Pista Maluca

Com o confinamento causado pela pandemia do novo coronavírus, a Senna Brands resolveu disponibilizar os conteúdos de Senninha gratuitamente na Internet, em parceria com o Globoplay e Gloobinho, com todos os episódios da série "Senninha na Pista Maluca". O personagem, inspirado no piloto de fórmula 1 Ayrton Senna, é um menino de seis anos que adora velocidade e quer ser piloto de Fórmula 1.

Se seu filho tem 10 a 13 anos

"Todo Mundo Odeia o Chris" (Globoplay)

Paixão dos brasileiros, que amam mandar mensagens nas redes sociais para o ator Tyler James Williams, o Chris, "Todo Mundo Odeia o Chris" é uma ótima opção para divertir os pequenos em casa. Pra quem ainda não conhece, ela narra as experiências pessoais do ator e comediante Chris Rock no bairro de Bed-Stuy, em Nova Iorque. Chris passa por diversas situações típicas de um adolescente, enquanto precisa lidar com sua excêntrica família e amigos: os pais Julius (Terry Crews) e Rochelle (Tichina Arnold), os irmãos Drew (Tequan Richmond) e Tonya (Imani Hakim), e o melhor amigo Greg (Vincent Martella). Reprisada à exaustão pela Record, ?Todo Mundo Odeia o Chris? tem quatro temporadas disponíveis no Globoplay.

"Jovem Sheldon" (Globoplay)

Spin-off de "The Big Bang Theory", "Jovem Sheldon" conta a infância de um dos personagens mais queridos da TV, o gênio Sheldon Cooper, que ficou eternizado pelo ator Jim Parsons (que narra a série e é produtor executivo), e que na sua versão jovem é interpretado pelo fofinho Iain Armitage. Sheldon tem apenas 9 anos e salta quatro séries na escola, indo direto para o ensino médio, tendo que lidar com alunos mais velhos e menos inteligentes que ele, obviamente. "Jovem Sheldon" tem três temporadas e duas delas estão disponíveis no Globoplay.

"Irmão do Jorel" (Netflix)

"Irmão do Jorel" é um dos hits recentes da animação brasileira, responsável por bordões como: "Come abacate", frase da personagem Vovó Juju. Criada por Juliano Enrico e co-produzida pelo Cartoon Network e pelo Copa Studio, o desenho mostra as aventuras surreais do Irmão do Jorel e sua família, num típico ambiente familiar brasileiro da década de 1980. Ela tem três temporadas, duas delas disponíveis na Netflix.

"Anne With An E" (Netflix)

Distribuída mundialmente pela Netflix, "Anne With An E" é baseada no livro "Anne de Green Gables", de Lucy Maud Montgomery, lançado em 1908. A série teve apenas três temporadas, foi cancelada e causou comoção nas redes sociais, e tem a atriz Amybeth Mcnulty no papel da órfã e protagonista Anne. A produção aborda de forma muito intensa e delicada temas como adoção, depressão e morte, além de ter virado hit graças às frases inspiradoras de Anne, sempre com mensagens sobre amor, amizade e empoderamento feminino.

Se seu filho tem mais de 14 anos

"Merlí" (Netflix)

Produzida pela TV3 da Catalunha e distribuída internacionalmente pela Netflix, "Merlí" se tornou um sucesso aqui no Brasil ao mostrar os métodos nada ortodoxos do professor de filosofia Merlí Bergeron (Francesc Orella), que revoluciona a vida de seus alunos no instituto Àngel Guimerà com suas reflexões e livre pensamento. Ao todo são três temporadas e cada episódio leva o nome e se baseia nas ideias de algum pensador ou escola filosófica.

"Shippados" (Globoplay)

Produção exclusiva do Globoplay, "Shippados" também está disponível gratuitamente no app da TV Globo durante a quarentena. Série de Alexandre Machado e Fernanda Young, "Shippados" aborda de forma divertida romances modernos através das experiências de Enzo (Eduardo Sterblitch) e Rita (Tatá Werneck), jovens que se conhecem num bar após abandonarem seus respectivos encontros e perceberem que possuem muitas coisas em comum, incluindo dates terríveis. Esta foi a última criação de Fernanda Young para a TV, a autora morreu aos 49 anos no dia 25 de agosto de 2019.

"Atypical" (Netflix)

"Atypical" está no Top 10 da Netflix Brasil de séries para assistir em família. E não é pra menos, a comédia dramática conta a história de Sam (Keir Gilchrist), um garoto autista de 18 anos em busca de mais independência e autoconhecimento, que vê sua vida mudar ao ser encorajado pela psicóloga a procurar uma namorada. A série está em sua terceira temporada na Netflix e tem ainda no elenco a atriz não-binária Brigette Lundy-Paine (Casey Gardner, irmã mais nova de Sam).

"Friends" (Netflix)

Considerada por muitos a melhor sitcom da história da TV americana, "Friends" é outro clássico que dispensa comentários. A comédia mostra o cotidiano de Rachel Green (Jennifer Aniston), Monica Geller (Courteney Cox), Phoebe Buffay (Lisa Kudrow), Joey Tribbiani (Matt LeBlanc), Chandler Bing (Matthew Perry) e Ross Geller (David Schwimmer), seis amigos que vivem no bairro de Greenwich Village, em Nova York: "Friends" completou 25 anos em 2019 e, pra quem nunca viu todos os 236 episódios (dez temporadas), este momento em casa é uma ótima oportunidade para maratoná-los na Netflix e dar boas risadas.

* Bônus - para várias idades

"Castelo Rá-Tim-Bum" (YouTube)

Sucesso da TV Cultura na década de 90, "Castelo Rá-Tim-Bum" foi criada pelo dramaturgo Flávio de Souza e pelo diretor Cao Hamburger. Voltada ao público de 3 a 8 anos em fase educacional, a série extrapolou essa faixa etária e conquistou crianças, adolescentes e adultos, ao mostrar a vida do garoto Nino (Cássio Scapin), de 300 anos, que vive em um castelo na cidade de São Paulo com seu tio Dr. Victor (Sérgio Mamberti) - feiticeiro e cientista -, sua tia-avó Morgana (Rosi Campos) - feiticeira -, e toda uma fauna de seres fantásticos. Nino vive diversas aventuras ao lado dos amigos Zequinha (Freddy Allan), Biba (Cinthya Rachel) e (Pedro Luciano Amaral). A série ultrapassou gerações e ano passado ganhou um livro com sua história e curiosidades, "Raios e Trovões: A História do Fenômeno Castelo Rá-Tim-Bum", do jornalista Bruno Capelas. Todos os 90 episódios estão disponíveis gratuitamente no YouTube.

Mães e filhos