PUBLICIDADE

Topo

Sexo

Siga essas dicas e deixe os 5 sentidos mais aguçados na hora do sexo

Mindfulness no sexo: atenção total ao par e ao momento - filadendron/iStockphoto
Mindfulness no sexo: atenção total ao par e ao momento Imagem: filadendron/iStockphoto

Heloísa Noronha

Colaboração para Universa

18/03/2020 04h00

Na hora do sexo a gente se sente tudo-ao-mesmo-tempo-agora, já que os cinco sentidos entram em ação ao mesmo tempo e de forma intensa. Porém, com alguns truques dá para aumentar ainda mais essas sensações. Olha só:

OLFATO

Você sabia que temos mais de 25 milhões de células olfativas aptas a captar os mais diversos odores? Quando pensamos em sexo, o tato e a visão são os primeiros sentidos que vêm à nossa mente, mas saiba que já é hora de deixar de subestimar o olfato - principalmente durante as suas sessões de masturbação. "Cheiros podem ser surpreendentes e dar aquele toque erótico à situação. Portanto, abuse de velas aromáticas, flores no quarto e óleos essenciais. Crie um ambiente com aromas que a energizem, excitem e façam recordar ou imaginar situações sensuais", indica a psicóloga e sexóloga Gabriela P. Daltro, da plataforma online Sexo Sem Dúvida. Caso esteja acompanhada, aposte no poder dos óleos e cremes perfumados para massagens - se possível, estimulem um ao outro simultaneamente. "Estar envolvidos no mesmo ambiente, com os mesmos aromas, dá uma sensação maior de intimidade e conexão erótica. Vocês também podem experimentar lubrificantes diferentes para as regiões íntimas e aproveitar para explorá-las com o olfato", completa Gabriela.

VISÃO

Na opinião de Tiago Brumatti, terapeuta tântrico de São Paulo (SP), os casais deveria manter os olhos mais abertos durante o sexo. "Não existe conexão mais poderosa do que um olhar bem intenso para o outro por uns cinco ou dez minutos. As pessoas passam a se perceber com mais profundidade tomando essa atitude", diz. Para quem curte um toque de mistério na hora da transa, Tiago recomenda o que chama de "striptease com velas". Na escuridão, quem segura a vela - e aqui a expressão tem um ótimo sentido! - tira a roupa aos poucos enquanto ilumina apenas as partes que vão ficando desnudas. Já Gabriela faz cair por terra a máxima de que os homens são mais visuais do que as mulheres e que, portanto, a visão não seria um sentido assim tão importante para elas. "Muita gente se esquece de que a visão também tem a ver com as imagens que aparecem na nossa cabeça. Por isso, pensar em sexo de propósito é o melhor jeito de esquentar tanto a mente quanto o corpo. Todos os dias, recomendo planejar alguma atividade visual relacionada ao sexo e ao erotismo, como ler um conto erótico ou assistir alguns vídeos interessantes", aconselha. Você também apostar na "visão mental" e usar imagens eróticas que aprecia na hora da masturbação.

Olhar para si mesma e se admirar diante do espelho, tomando o cuidado de reparar bem nos pontos que considera fortes, também é uma forma de trabalhar o sentido da visão com direcionando ao sexo. Ao se gostar mais, você se sentira mais segura e empoderada. "A autoestima é um excelente afrodisíaco", fala Gabriela.

PALADAR

A brincadeira de manter os olhos vendados ou vendar o parceiro e tentar descobrir quais são os alimentos através do gosto é um clássico que nunca sai de moda. No entanto, dá para elevar o sexo gourmet a um outro nível com outras diversões. Uma delas, segundo Fernanda Pauliv, consultora e palestrante de sensualidade, de Curitiba (PR ), é chupar uma bala de menta ou alguma pastilha de efeito eletrizante à venda em sexo shops e beijar muito. "O ideal é explorar cada cantinho da boca um do outro bem devagar", diz. Outro jeito de dar um upgrade na carícia é ingerir alguma bebida borbulhante - champanhe, por exemplo - e deixar um pouquinho na boca ao beijar o par. Já Gabriela sugere aplicar a famosa técnica do mindfullness nos beijos - e sem nenhum aditivo "oral", como géis ou guloseimas. "Experimente beijar prestando atenção em tudo o que está acontecendo, sem querer fugir para seus pensamentos ou para o que deve acontecer depois. Preste atenção nos lábios do outro, na textura da boca, da língua, na temperatura, se o beijo está molhado ou seco. Explore sensações com os lábios ao esfregá-los ou dar leves mordidinhas. Use o sentido gustativo para sentir o gosto do beijo, com todos os detalhes. Isso vai ajudar a ficar mais excitada, a subir o nível do desejo e a estar completamente presente e inteira na hora da relação", argumenta a especialista.

AUDIÇÃO

Além da pegada, são as palavras que determinam a "vibe" do sexo, ou seja, se a transa vai ser mais amorzinho ou 100% selvagem. Para quem curte inventar historinhas e fantasias na cama, o que você diz e como isso ao outro ainda pode ajudar na "concepção" dos personagens. "Adoro quando você faz desse jeitinho" e "Essa noite você vai ser meu escravo" servem de incentivo para situações completamente distintas.

Ouvir música também serve para criar um clima e a direcionar o status da relação. Porém, conforme o terapeuta tântrico Tiago, os sons das respirações do casal são o maior afrodisíaco auditivo da face da Terra. Ele dá a dica de como potencializar a ação: "Quando um se senta de frente para o outro ou a mulher se posiciona no colo do parceiro é possível praticar a chamada Yab Yum, que no Tantra trabalha as polaridades feminina e masculina, aumentando a conexão. A ideia é que ambos conectem a respiração, sendo que o ar expirado pelo homem é inspirado pela mulher e vice-versa, formando uma respiração circular. Isso permite ainda que os batimentos cardíacos se regulem", conta.

TATO

"Se estiver sozinha, ou começando a dar os primeiros passos na masturbação, faça uma sessão de toques íntimos durante o banho. Preste atenção ao seu corpo enquanto se lava, que áreas gosta de ser tocada e de que forma. Use o momento para lavar a região íntima com atenção: perceba as diferentes partes da vulva e vagina, sinta a diferença de sensibilidade em cada parte dela, aproveite para localizar o clitóris. Tocar-se no banho é bom para quem não está acostumada e se masturbar", indica Gabriela. Caso já seja experiente na arte de se tocar, aproveite as sensações propiciadas pelos jatos do chuveiro: use e abuse do chuveirinho (inclusive alternando temperaturas), de óleos para a região íntima e de vibradores a prova d'água. As sensações táteis do corpo no banho são mais evidentes porque o corpo relaxa e desbloqueia sensibilidades.

Segundo Tiago, outra forma de mandar ver no estímulo tato é pedir para o parceiro - ou fazer simultaneamente com ele - passar as pontas dos dedos bem devagar por todo o seu corpo. "A proposta é percorrer cada pedacinho sem pressa para sentir os pelos, os poros arrepiados, detalhes da anatomia, a textura de áreas que costumam ser negligenciadas durante as preliminares como a parte lateral das costas e a região interna das coxas", relata.

Sexo