PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Por coronavírus, Justiça ordena que pai se afaste da filha após viagem

coronavirus - iStock
coronavirus Imagem: iStock

Marcos Candido

De Universa

13/03/2020 11h20

Um pai deverá ficar afastado da filha de 2 anos após voltar de uma viagem a países onde houve transmissão do coronavírus na última semana. O homem, que mantém guarda compartilhada com a ex-esposa, esteve na Colômbia e El Salvador e voltou ao país no início da semana.

A defesa da mãe argumenta que o homem deve esperar 15 dias para visitar a filha. Segundo o Ministério da Saúde, é o tempo em que o vírus pode ficar incubado até se manifestar.

Separados há dois anos, o casal mantém guarda compartilhada. O pai não apresenta os sintomas do covid-19, mas as advogadas defenderam que a criança tem problemas respiratórios, como bronquite, e não poderia correr risco de ser infectada até acabar o período de incubação.

"Tentamos dialogar, mas foi preciso procurar o Judiciário para ter uma decisão", explica a advogada do caso, Monize Crepaldi, à Universa. A Justiça só decidiu a favor da mãe nesta quarta (12), após a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretar estado de pandemia devido ao coronavírus.

Países na América Latina em estado de emergência

A Colômbia declarou estado de emergência e suspendeu eventos públicos para evitar a propagação do vírus. El Salvador, país na América Central com pouco mais de 6 milhões de habitantes, só permite a entrada de cidadãos salvadorenhos após a propagação do coronavírus.

O Ministério da Saúde afirma 77 casos de coronavírus no Brasil. O Hospital Albert Einstein, em São Paulo, já atestou 98 casos confirmados para o covid-19 até esta quinta (12).

Mães e filhos