PUBLICIDADE

Topo

R. Kelly é indiciado por violência contra mais duas mulheres; uma é menor

O cantor americano R. Kelly - Scott Olson/Getty Images/AFP
O cantor americano R. Kelly Imagem: Scott Olson/Getty Images/AFP

De Universa

13/03/2020 15h18

Após se declarar inocente nas 18 acusações que já enfrentava na justiça dos Estados Unidos, o cantor de R&B R. Kelly foi indiciado mais uma vez com base nos depoimentos de duas novas testemunhas. De acordo com o site TMZ, ele é acusado de estuprar uma menor de idade, filmar o ato e transmitir herpes a ela e a outra mulher (esta maior de idade) sem avisar que tinha a doença.

O site obteve acesso a documentos nos quais consta que os crimes teriam acontecido em 2015 e 2017. Ele também foi acusado de usar ou ameaçar usar força e restrições físicas durante seu relacionamento com as duas vítimas.

O músico está preso preventivamente enquanto aguarda sua sentença. Em 2017, quatro ex-namoradas de R. Kelly afirmaram publicamente que ele organizou um "culto sexual", no qual mantém jovens mulheres sob sua tutela e abusa delas física e psicologicamente.

Uma das vítimas, Kitti Jones, relata em um documentário da BBC3 que foi obrigada pelo cantor a participar de várias orgias - em uma delas, ele teria dito que uma das garotas estava sendo "treinada" desde os 14 anos de idade.

Em 2008, quando tinha 25 anos, ele foi acusado de filmar encontros com uma menor de idade. Na época, ele foi absolvido da acusação de pornografia infantil.

Violência contra a mulher