PUBLICIDADE

Topo

Mulheres inspiradoras

Em protesto, time feminino de futebol dos EUA usa camisas do avesso

Do avesso, a camisa esconde o brasão e deixa visíveis as 4 Copas do Mundo vencidas pelo time - Reprodução/Twitter
Do avesso, a camisa esconde o brasão e deixa visíveis as 4 Copas do Mundo vencidas pelo time Imagem: Reprodução/Twitter

De Universa

12/03/2020 17h01

Ontem, as jogadoras da seleção feminina de futebol dos Estados Unidos fizeram um protesto corajoso pela igualdade salarial: usaram sua camisa de treino do avesso enquanto se aqueciam para uma partida contra o Japão. Da forma como foi utilizado, o uniforme esconde o brasão da Federação de Futebol dos Estados Unidos (US Soccer) e continua mostrando as quatro estrelas que o time conquistou - uma para cada Copa do Mundo vencida.

A seleção divulgou a ação em seu perfil no Twitter, com a legenda "União. Apenas as 4 estrelas. Quem está conosco?"

Após cantarem o hino, as jogadoras vestiram a camisa oficial da seleção da forma tradicional e venceram a final da Copa SheBelieves 2020.

O protesto foi motivado por uma declaração dos advogados da US Soccer, que afirmaram que elas devem receber um salário menor porque são menos habilidosas do que os homens, e desempenham funções menos exigentes. O time masculino nunca venceu uma Copa do Mundo da FIFA.

O argumento foi apresentado durante um processo movido pelo time feminino pedindo retroativamente salários iguais aos da seleção masculina durante a Copa do Mundo. Elas pedem cerca de US$ 67 milhões (mais de R$ 350 milhões) com base na Lei de Igualdade Salarial, uma lei trabalhista assinada nos EUA em 1963. Imediatamente antes do apito final do jogo, o presidente da federação emitiu um pedido de desculpas.

As jogadoras também comentaram a declaração nas redes sociais. Megan Rapinoe, que ficou conhecida por se recusar a cantar o hino nacional durante a Copa do Mundo de 2019 e por se negar a visitar a Casa Branca após vencer o mundial, compartilhou um vídeo de um de seus gols, com a legenda "Imagine se a Megan Rapinoe tivesse habilidade."

A jogadora Alex Morgan compartilhou um vídeo do time comemorando a vitória da Copa SheBelieves, com o comentário "Levantar esse troféu também requer habilidade."

Mulheres inspiradoras