PUBLICIDADE

Topo

Jéssica Ellen: 'Nunca perguntam para o branco a última vez que foi racista'

A atriz Jéssica Ellen - Reprodução/Instagram
A atriz Jéssica Ellen Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

06/03/2020 10h44

Jéssica Ellen argumentou que está na hora das celebridades brancas também receberem perguntas sobre racismo em entrevistas. Em conversa com a Quem, ela explicou que não se incomoda de abordar o tema, mas acha que ele precisa ser discutido também com pessoas brancas.

"O que me incomoda na abordagem do racismo é que é sempre do ponto de vista de quem sofre a violência. Ninguém nunca pergunta para uma pessoa branca qual foi a última atitude racista que ela teve, e é isso que quero que as pessoas reflitam agora", comentou.

"Eu já sei quais são as situações de racismo que vivi e vivo até hoje. Quero que as pessoas brancas reflitam sobre isso. Isso está entranhado no nosso país e na nossa história, então negar isso é ruim", argumentou ainda.

"Se eu vivo o racismo, alguém está praticando ele, [então] por que só eu tenho que responder sobre o assunto? Não é só o Lázaro [Ramos] e a Taís [Araújo] que têm que responder sobre isso, mas os outros casais brancos também. Quero um país igualitário e democrático, então por que só eu tenho que falar de determinados assuntos?", completou.

A Camila de "Amor de Mãe" também refletiu sobre a pressão de representar bem uma personagem negra na TV. "De certa forma, tem uma coisa de responsabilidade. Realmente, levo muito a sério o meu ofício, o que escolhi fazer, e óbvio que todas essas projeções [existem]", comentou.

"É muito importante essa história da representatividade, de você poder se enxergar. Hoje em dia, pensar que sou uma pessoa que pode representar muita coisa para as meninas mais novas me dá muita responsabilidade", continuou.

"Não posso sair por aí falando qualquer coisa ou fazendo qualquer besteira. Brinco no Instagram, faço aqueles filtros, porque acho que é divertido também. Mas isso me traz uma questão: 'caramba, que legado é esse que estou tendo que dar conta?'", questionou.

Diversidade