PUBLICIDADE

Topo

Sam Smith diz que é maravilhoso ser chamado de não-binário pelos outros

Sam Smith se apresenta no Lollapalooza Brasil 2019 - Mariana Pekin/UOL
Sam Smith se apresenta no Lollapalooza Brasil 2019 Imagem: Mariana Pekin/UOL

De Universa, em São Paulo

02/03/2020 15h08

Sam Smith considera um "sentimento maravilhoso" ser chamado pelos pronomes corretos por outras pessoas. A estrela pop se tornou não-binária e, por conta disso, não atende mais às limitações de masculino e feminino.

Em entrevista para o programa The Project, na emissora australiana de televisão Channel 10, Sam falou sobre a relação que tem com as pessoas próximas e como é feita a comunicação. "Minha mãe me chama de 'ele' e depois fica com raiva de si mesma. Está tudo bem. Mas é importante, sabe?".

"Tudo o que eu posso dizer é que, quando as pessoas usam os pronomes corretamente, é um sentimento maravilhoso. Sinto-me seguro, feliz e completamente visto", completou.

Durante a entrevista, Sam Smith revelou que "também tropeça" quando o assunto é o pronome usado com pessoas não-binárias e contou como foi o seu primeiro contato com o termo: "Estava bêbado às 3h da manhã no meu quarto com meus colegas de banda e amigos. Comecei a ouvir sobre o termo não-binário e nunca tinha ouvido sobre ele antes".

Veja a entrevista completa (em inglês) publicada pelo The Project:

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do publicado no primeiro parágrafo, Sam Smith nasceu no Reino Unido, e não nos EUA. A informação foi corrigida.

Diversidade