PUBLICIDADE

Topo

Violência contra a mulher

"Quero celebrar os homens bons", diz atriz que denunciou Harvey Weinstein

A atriz Rosanna Arquette - Getty Images
A atriz Rosanna Arquette Imagem: Getty Images

De Universa

16/02/2020 14h33

A atriz e produtora Rosanna Arquette foi uma das primeiras mulheres a denunciar publicamente o até então poderoso produtor Harvey Weinstein, em 2017, em relatos publicados pela revista "New Yorker" e pelo jornal "The New York Times".

Acompanhando o julgamento de Weinstein, que começou no início de janeiro, Rosanna afirma que esse é um momento para "curar mulheres".

"A normalização do estupro é uma epidemia mundial. Quanto mais lançamos luz sobre o assunto, mais podemos expor essa escuridão horrenda", afirmou, em entrevista ao jornal "The Guardian".

"Isso não é uma caça às bruxas. Eu quero celebrar e homenagear os bons homens que estão por aí. Existem homens incríveis que estão ao nosso lado, que convidamos para serem nossos aliados."

O julgamento de Weinstein segue para a reta final nos próximos dias e há possibilidade de terminar com uma sentença de prisão perpétua. Ao todo, foram colhidos depoimentos de seis vítimas, além das testemunhas.

"Não importa o que aconteça [em relação à sentença], não estará marcando o fim da nossa luta. Nunca mais ficaremos em silêncio. Continuaremos a lutar pela verdade e pela justiça, e sempre estaremos aqui apoiando todas as mulheres", afirma Rosanna.

"Ele pode ir para a cadeia e ainda assim não vai sumir. Algumas pessoas estão se perguntando quando tudo isso vai acabar. Mas só vai acabar quando a agressão sexual e a violência contra as mulheres terminarem."

Violência contra a mulher