PUBLICIDADE

Topo

Carreira e finanças

Rainha do marketing: 5 estratégias de Manu Gavassi para adotar na carreira

Manu Gavassi - Reprodução / Instagram
Manu Gavassi Imagem: Reprodução / Instagram

Ana Bardella

De Universa

07/02/2020 04h00

"Who the fuck is Manu Gavassi"? A frase usada pela cantora e atriz nas redes sociais resume muito sua estratégia de marketing. Desde que ingressou no BBB 20, a equipe responsável pela comunicação tem aproveitado os holofotes não apenas para a campanha de permanência de Manu no jogo, mas também para transformá-la em figura marcante para o grande público - e divulgar seu trabalho.

A estratégia logo virou um case de sucesso: quando foi anunciada sua participação no BBB, Manu tinha 4,4 milhões de seguidores em seu perfil no Instagram. Agora, três semanas depois, já bate a casa dos 7 milhões. Suas canções antigas foram resgatadas no Spotify: "Planos Impossíveis" chegou a aparecer na lista das 50 mais tocadas do Brasil.

Além disso, ela lançou um clipe: "Áudio de Desculpas" ultrapassou 1,6 milhão de visualizações no Youtube em apenas três dias.

A seguir, consultoras de carreira analisam cinco atitudes da artista que podem ser empregadas para alavancar seu lado profissional:

1. Autoconhecimento

Manu usou as próprias inseguranças para conquistar o público: expôs que já se sentiu perdida em relação à profissão, citando as críticas que costumam ser associadas ao seu nome.

Na opinião de Andrea Deis, gestora de carreira, qualquer ponto fraco pode ser transformado em ponto forte, desde que você admita a sua existência. "O que acontece frequentemente no mercado de trabalho é que as pessoas tentam negar as debilidades e, por causa disso, se tornam mais evidentes". A especialista recomenda que, seja qual for a área de atuação, o profissional deve reconhecer suas fraquezas e investir em autoconhecimento.

Marcia Sasdelli, coach e especialista em gestão de projetos, acrescenta que a maior parte das pessoas prefere esconder quando não sabe algo - quando deveria fazer exatamente o contrário. "Pedir ajuda transforma a insegurança em autoconfiança e traz ganhos para a vida profissional. O segredo é parar de olhar para os outros imaginando o que eles vão pensar sobre as suas atitudes. Somente a partir da identificação do erro é possível traçar estratégias para corrigi-lo", defende.

2. Planejamento e foco

Sabendo que iria participar do programa, Manu criou um cronograma de conteúdos que seriam lançados nas suas redes sociais ao longo do período.

Na visão de Marcia, planejamento é fundamental. No entanto, para estabelecer as metas com clareza, é preciso ter visão de futuro. "É necessário saber responder à pergunta: 'onde você quer chegar?'", diz. Em seguida, ela orienta a estabelecer pequenos alvos, com datas para serem atingidos.

"As distrações nunca deixam de existir, por isso é importante se atentar aos prazos", complementa Andrea. Caso contrário, boas ideias podem nunca sair do papel ou ficarem perdidas por aí, sem chegar a uma conclusão.

3. Fortalecimento do nome

Todo investimento de Manu é em cima da própria imagem: seu objetivo é que o público se lembre de quem ela é, seja pelas fraquezas, seja por suas opiniões.

"Muitas pessoas têm medo de se arriscar a fazer algo diferente. Elas têm medo de aparecer no meio de uma multidão. Quando você aparece, expõe os erros. Com isso, as pessoas passam a questionar suas atitudes", opina Marcia. Trata-se de uma zona de desconforto. Para se destacar e passar a ser lembrado pelos demais, é preciso usar a criatividade.

"Não adianta querer ser igual ao outro", aponta Andrea. O ponto-chave, segundo ela, está na diferenciação. "Ainda que se trate de uma característica pequena, é através dela que os demais começam a enxergar valor naquilo que você faz", assegura.

4. Autopromoção

Na frente das câmeras, Manu não tem vergonha: aproveita todas as brechas para divulgar seu trabalho como cantora.

Na prática, isso pode ser difícil, em especial para as mulheres. "Percentualmente, ainda temos mais oportunidades para os homens no mercado de trabalho, o que contribui para o aumento da insegurança feminina", explica Marcia.

No entanto, a especialista orienta que o melhor é começar devagar: quando receber um elogio, em vez de dizer "imagina" ou "isso é impressão sua", simplesmente aceite-o. Outra recomendação é se arriscar e fazer uma autopromoção sempre que tiver chance. "No início, é comum se sentir desconfortável. Porém, depois, a tendência é que isto se torne um hábito", garante.

5. Uso acertado das redes sociais

Desde que entrou no BBB, todo o conteúdo de Manu é pensado milimetricamente para conquistar o público: da paleta de cores das roupas que veste às brincadeiras que geram identificação, ela usa o espaço para fins de trabalho.

"Há quem enxergue as redes sociais como um espaço para se ter liberdade, mas ele exige cautela. É preciso analisar os conteúdos antes de postá-los, refletir sobre os seus propósitos", opina Andrea. Segundo ela, um dos erros mais comuns é emitir a própria opinião, desvalorizando o que pensam as demais pessoas. "É de bom tom saber ouvir e respeitar, não assumir uma postura de disputa pela verdade", finaliza.

Carreira e finanças