PUBLICIDADE

Topo

Letticia Munniz diz ter recusado convite para o BBB: "Ia perder a razão"

Reprodução / Instagram
Imagem: Reprodução / Instagram

De Universa

04/02/2020 11h29

A influenciadora e modelo Letticia Munniz contou através dos stories ontem (4) que recusou participar desta edição do BBB: "Um produtor da Globo me chamou meses atrás, mas não podia falar. Era sigilo o fato de que haveriam famosos e anônimos. Não entendi porque me ligaram para ser famosa, lá tem gente com 10 milhões de seguidores", ela disse bem-humorada. Atualmente, Letticia tem 470 mil seguidores.

"Eu não fiz porque não acho que tenha estrutura psicológica e emocional. Ainda mais porque no ano passado perdi a minha avó, isso foi muito difícil. Além disso na hora que fico nervosa, perco a razão totalmente. Ia perder a razão com esses machos escrotos.

Amada, já tinha sido levada de camburão de lá de dentro. Não foi preconceito, porque a pessoa que está lá está ganhando muito mais dinheiro do que eu que estou aqui. Mas eu iria surtar fácil. A minha empresária matou a charada: eles colocaram os machos escrotos com as mulheres foda", disse.

Críticas e reflexões

Letticia comentou o que tem acontecido no programa. "Vamos aproveitar o Big Brother, usar para coisas boas. Isso não é o BBB: esses caras babacas que fazem essas coisas com mulheres e se safam são o mundo. Se você é homem e defende que nem todo homem é assim, deveria estar fazendo alguma coisa para seus amigos serem diferentes. Dá um toque naquele seu brother que é escroto, que não está nem aí para o filho, que não banca as despesas dele".

"E você, mulher, não ache que nada do que está sentindo é exagero seu. Qualquer coisa que um homem fizer e te deixar desconfortável, se você não permitiu, é assédio. Dependendo do nível, é abuso. Você não é louca, não é apenas uma brincadeira, ele não é ingênuo, um moleque, não está só brincando. Eles sabem muito bem o que estão fazendo. Se em algum momento da vida você precisar, levante sua voz, grite".

"A Marcela ficou com essa imagem de que está querendo causar com os caras. Coitadinho deles. Vocês vejam o quanto isso se aplica na vida: não fiquem achando que as mulheres são suas inimigas e os homens seus amigos, porque eles fazem as coisas para o próprio proveito".

"Quantas mulheres sofreram, sangraram para a gente ter direitos básicos como votar, trabalhar? Que a gente perceba que precisa muito do feminismo e que ele não é xingamento, é elogio. É luta por direitos para todas as mulheres. É um olho no BBB e o outro nos machos escrotos da vida real".

Direitos da mulher