PUBLICIDADE

Topo

Google homenageia Lélia Gonzalez, pesquisadora e militante negra

Cezar Louceiro / Reprodução
Imagem: Cezar Louceiro / Reprodução

De Universa

01/02/2020 15h31

A página inicial do Google faz, neste sábado (1) uma homenagem à ativista e intelectual Lélia Gonzalez. O Doodle (alteração temporária especial do logotipo nas páginas iniciais do Google) foi dedicado à mineira, que estaria completando 85º no dia de hoje. A ilustração foi criada pela artista Olivia When.

Reprodução / Google
Imagem: Reprodução / Google

Ela faleceu no dia 11 de junho de 1994, quando teve um infarto em sua casa, no Rio de Janeiro, aos 59 anos. Nascida em Belo Horizonte, era filha de um ferroviário e de uma empregada doméstica indígena. Apesar das origens humildes, conseguiu se graduar em História e Filosofia, trabalhou como professora na rede pública, fez mestrado em Comunicação Social, doutorado em Antropologia Política e se tornou ativista, pesquisando sobre etnia e gêneros e dando aula sobre cultura brasileira.

Lélia Gonzalez foi uma das fundadoras do Movimento Negro Unificado contra Discriminação e o Racismo, em 1978, hoje, chamado de Movimento Negro Unificado (MNU). Foi fundamental, e ainda é referência, para a militância feminista negra.

Diversidade