PUBLICIDADE

Topo

Carreira e finanças

Homens são 2 vezes mais sensíveis do que mulheres no trabalho, diz estudo

Segundo pesquisa,  homens ficam mais chateados quando são criticados ou quando suas ideias são ignoradas - Shutterstock
Segundo pesquisa, homens ficam mais chateados quando são criticados ou quando suas ideias são ignoradas Imagem: Shutterstock

De Universa

23/01/2020 15h24

Contrariando o estereótipo de que mulheres são mais sensíveis do que homens, um estudo da Universidade Anglia Ruski, do Reino Unido, constatou que eles são duas vezes mais emotivos no ambiente de trabalho do que suas colegas do gênero feminino.

De acordo com a pesquisa, homens ficam mais chateados quando são criticados ou quando suas ideias são ignoradas, sendo que 43% deles costumam gritar quando estão nessas situações.

Também há maior possibilidade de agirem drasticamente quando se sentem insatisfeitos: nesse caso, eles são 20% mais propensos a deixar o emprego do que mulheres.

O levantamento, divulgado no começo de janeiro, entrevistou 2.000 pessoas e foi elaborado em parceria com a plataforma de empregos Totaljobs.

Ao jornal britânico "Mirror", a pesquisadora Terri Simpkin, da Universidade Anglia Ruskin, afrima que os homens são mais propensos a relatar emoções associadas ao poder, como raiva e orgulho.

"Não ser ouvido tem a ver com a falta de status. Da mesma forma, a tristeza está associada à falta de poder em ambientes sociais, como o trabalho", afirma.

Carreira e finanças