PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Joanna Maranhão comenta 'peito caído' reparado por seguidor: "Deixa cair"

Joanna Maranhão e filho Caetano - Reprodução/Instagram
Joanna Maranhão e filho Caetano Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa

18/01/2020 14h19Atualizada em 19/01/2020 09h24

O corpo da mulher após ser mãe muda bastante, e cada uma tem sua forma de lidar com as transformações na aparência. As estrias podem aparecer na barriga, os seios podem ficar murchos depois da amamentação, a flacidez aparece em algumas regiões.

A nadadora Joanna Maranhão, mãe de Caetano, comentou, no Twitter, sobre como se sente com seus "peitos caídos", uma das mudanças comuns que acontecem entre as mulheres que amamentam. O papo, no entanto, surgiu quando uma pessoa resolveu questionar Joanna sobre o tema, mandando uma mensagem privada.

"Hoje, recebi inbox perguntando se meus peitos caídos não me incomodavam", contou. De forma muito natural, Joanna explicou que sequer tinha percebido que eles estavam "caidássos"; e fez questão de dizer que isso faz parte do processo de amamentar o bebê.

"Acreditam que eu não tinha nem percebido?! Aí fui ver e...tão sim! Caidásso! Mas tão alimentando meu filho de 5 meses, saudável e com 9kg. Deixa cair", escreveu.

Muitas mulheres se identificaram com a publicação e criticaram o fato de alguém ter se preocupado com o formato do corpo de Joanna. "Afinal é para isso que eles existem, não é mesmo?", escreveu uma usuária. "O que quer dizer, peitos lindos e cheios de vida!!! Gente fútil!", defendeu a atriz Patricia Pillar. "Caída é a VIDA de quem patrulha a vida dos outros...", deixou outra.

Algumas também contaram o que passaram no momento de aleitamento materno, inclusive para naturalizar as dificuldades e a transformação que os seios podem ter por conta da prática.

"Os meus seios estão quase em conexão direta com o meu umbigo. Filhos fortes e saudáveis e eu de boas com a lei da gravidade biológica", escreveu uma seguidora. "Eu amamentei quatro, a última agora esta com 1 ano e 10 meses. Muita gente se incomoda com o ato e com meus seios caídos, mas eu não. Sigo feliz, mas morta de cansaço", explicou outra.

Mães e filhos