PUBLICIDADE

Topo

Sexo

Para turbinar o sexo: oito maneiras de usar lubrificantes íntimos

Lubrificantes deixam o sexo mais prazeroso - iSotck
Lubrificantes deixam o sexo mais prazeroso Imagem: iSotck

Heloísa Noronha

Colaboração para Universa

17/01/2020 04h00

Os lubrificantes íntimos são vendidos com uma promessa: deixar o sexo ainda mais prazeroso. E, para isso, há várias maneiras diferentes de usar desde os produtos "básicos", fabricados à base de água e disponíveis em qualquer farmácia, até versões com upgrades, como sabores ou efeito esquenta/esfria. Elas estão disponíveis nas sex shops físicas ou online.

Segundo especialistas, é bom evitar os produtos que contêm anestésico, pois podem mascarar possíveis fissuras e machucados (principalmente durante o sexo anal). Eles também alertam sobre o perigo de substituir o lubrificante por alternativas como vaselina, hidratante corporal ou saliva.

A seguir, confira algumas aplicações dos lubrificantes:

1. Para auxiliar a penetração
Não é só durante o climatério e a menopausa que a vagina costuma sofrer uma queda acentuada na lubrificação. Anticoncepcionais, medicamentos, amamentação, estresse e ansiedade são alguns dos fatores que podem provocar ressecamento vaginal e, consequentemente, tornar a penetração desconfortável.
O uso de lubrificantes não só reduz o atrito do pênis como compensa a redução da lubrificação, inclusive durante relações mais longas. O ideal é ter sempre à mão um produto com composição à base d?água, que dificilmente causa alergias e não interage com o látex, o que poderia comprometer a segurança do preservativo. E mais: não há interferência no pH da vagina.

2. Para facilitar o sexo anal
Por ser uma região mais sensível e desprovida de lubrificação natural, o ânus pode doer e até sangrar com a penetração muito brusca. É importante que o pênis entre sempre de forma lenta e gradual. Para tornar a prática mais confortável, o lubrificante à base de silicone também é opção indicada. A substância não interage com o material do preservativo, garantindo a segurança. E, por ser mais denso, dura e escorrega com maior facilidade. Preliminares na área, como carícias com os dedos, podem ajudar a relaxar.

3. Para favorecer as preliminares
Massagens íntimas, masturbação mútua e carícias em zonas delicadas como clitóris, glande e testículos são preliminares que podem ficar ainda mais gostosas se o casal tomar o cuidado de lubrificar as regiões e os dedos antes de começar a sessão. O deslize se torna mais fácil e a sensibilidade, ainda mais aguçada! Produtos mais consistentes, à base de óleo, podem servir para massagear todo o corpo. Uma ideia é se besuntar as pernas e os braços, por exemplo, para estimular o parceiro ou a parceira.

4. Para descomplicar a masturbação
Seja com um bullet (aquela cápsula vibratória em formato de bala), um vibrador ou com as próprias mãos, a masturbação feminina fica mais confortável se a mulher investir num bom lubrificante. O contato com o sex toy se torna mais agradável e os dedos passam a escorregar com maior facilidade.

5. Para deixar o sexo oral mais gostoso
É claro que o sabor natural é um excitante e tanto na hora do sexo. Porém, apostar num lubrificante com sabor pode transformar a experiência numa verdadeira transa "gourmet", ampliando as sensações e deixando o sexo com um jeitão "lúdico" muito bem-vindo. As opções são vastas e vão desde o tradicional morango até o exotismo de frutas como a lichia e sobremesas como petit gateau e algodão doce. Há lubrificantes com efeito hot (quente), ice (gelado) ou eletrizante (propiciam "choquinhos") que prometem aumentar o tesão do casal.

6. Para estimular os mamilos
Algumas mulheres têm os mamilos tão sensíveis que, conforme o estímulo, podem alcançar um orgasmo mamário. No entanto, trata-se de uma região bem delicada e que pode ser alvo de dor, em vez de prazer. O lubrificante faz com que as pontas dos dedos ou a língua percorram toda a sua extensão com maior suavidade.

7. Para explorar outras zonas erógenas
Por que não aplicar lubrificante nos dedos dos pés, nos lóbulos das orelhas ou na parte interna das coxas? Para esse caso, existem alguns lubrificantes do tipo "vela", que derretem na pele e servem para espalhar e massagear tudo aquilo que o casal imaginar.

8. Para viabilizar o uso de absorvente íntimo
Nem sempre a introdução do absorvente íntimo transcorre numa boa. Às vezes, o ressecamento vaginal pode fazer com que a ação arranhe e até machuque a área. Um pouquinho de lubrificante à base de água deixa a região muito mais preparada para essa inserção.

Fontes: Fernanda Nassar, ginecologista pós-graduada em Estética Íntima Ginecológica, de Santos (SP); Lelah Monteiro, sexóloga, psicanalista e fisioterapeuta pélvica, de São Paulo (SP), e Tatiana Presser, psicóloga, sexóloga e autora do livro "Vem Transar Comigo" (Ed. Rocco)

Sexo