PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Geovanna Tominaga sobre a maternidade: 'Não é algo romântico como dizem'

Geovanna Tominaga e o filho Gabriel - Reprodução/Instagram
Geovanna Tominaga e o filho Gabriel Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

13/01/2020 08h03

Geovanna Tominaga falou sobre os desafios que enfrenta desde o nascimento do primeiro filho, Gabriel, em junho do ano passado. A jornalista, que há cerca de quatro anos atua como celebrante de casamentos, relatou a mudança que a chegada do bebê causou em sua rotina e revelou uma crise de ansiedade logo depois que saiu da maternidade.

"Fiquei muito nervosa sem saber se daria conta. Acho importante falar sobre essas questões para ajudar outras mulheres. Tenho pesquisado sobre o assunto e penso em futuramente montar um projeto para discutir a realidade da maternidade", explicou em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, no jornal O Globo.

"Foi um choque. Não é algo romântico como dizem. De uma hora para outra, precisei entender coisas que nunca tinha feito. A cabeça fica a mil. Começam a surgir sentimentos como medo, culpa e frustração. Sem falar no cansaço. A amamentação, por exemplo, foi complicada para mim. Tem gente que pensa que é um processo natural. No meu caso, só consegui amamentá-lo até os 3 meses", relembrou.

Embora haja dificuldades, ela ressaltou o amor pelo filho: "Depois de se tornar mãe, a mulher descobre que o amor é ainda maior do que imaginava. O filho se torna a prioridade."

Geovanna diz que pretende voltar à TV apenas quando o filho, fruto do relacionamento com o advogado Eduardo Duarte, completar 1 ano. "Não imagino o que passam as mães que precisam voltar para o escritório e colocar o filho numa creche aos 4 meses. Eu ficaria doida", diz.

Mães e filhos