PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral


Calendário lunar: o que cada fase traz à vida, datas de eclipses e rituais

Christian Herzog/Getty Images/iStockphoto
Imagem: Christian Herzog/Getty Images/iStockphoto

Claudia Dias

Colaboração para Universa

12/01/2020 04h00

O que vai acontecer no céu de 2020, o ano que já começou com muita energia e movimentos, sob influência de um eclipse em Capricórnio?

A astróloga Paula Arruda conta que um dos efeitos que vamos sentir nesses meses iniciais é o da lua que se encontra em fase crescente, em Áries, desde 3 de janeiro, beneficiando situações que precisam amadurecer. "É hora de investir em projetos, relações e tudo o que queremos que expanda",

Outro efeito é da lua cheia em Câncer e do primeiro eclipse lunar do ano (que aconteceu nesta sexta-feira). "É o momento de olhar para lugares que precisam de mais atenção. Este encontro com a verdade é bem-vindo e contribui para nossa evolução", afirma a especialista.

Como tirar proveito do que acontece na Astrologia?

MarcosMartinezSanchez/Getty Images/iStockphoto
Imagem: MarcosMartinezSanchez/Getty Images/iStockphoto

Como cada fase da lua estimula movimentos específicos, os fenômenos são uma ótima oportunidade para evolução. Então, vale acompanhar as mudanças de ciclos e os eventos para tirar proveito deles.

A seguir, com ajuda de Paula Arruda, elencamos o que deve entrar no seu radar astrológico.

Dias de Lua nova: momento de começar algo

  • 24 de janeiro
  • 23 de fevereiro
  • 24 de março
  • 22 de abril
  • 22 de maio
  • 21 de junho
  • 20 de julho
  • 18 de agosto
  • 17 de setembro
  • 16 de outubro
  • 15 de novembro
  • 14 de dezembro

A lua nova desperta a reflexão e se mostra perfeita para começar algo ou lançar e compartilhar ideias. "É hora de confiar no potencial criativo, já que é um período de muita fertilidade", comenta a astróloga.

A fase é boa para inovar em ações já em andamento, tomar decisões amorosas, divulgar trabalhos, adquirir bens, investir, organizar a agenda, começar cursos e fazer viagens de lazer. Também é ótima para engravidar.

Em contrapartida, recomenda-se evitar cirurgias nos dois primeiros dias da lua nova, bem como a realização de exames e check-ups, já que podem ocorrer erros de diagnóstico com maior frequência.

Rituais para Lua Nova

E como a lua nova é ótima para planejamento pessoal, a astróloga recomenda dois rituais, que podem ser feitos no primeiro dia da fase:

  • Escreva quais são suas atuais prioridades de vida, anotando tudo o que vier à cabeça. Ao terminar, releia tudo e defina uma ordem de prioridade, incluindo números à frente de cada item. É importante ser realista e, se necessário, eliminar alguns tópicos. "Conecte-se com seu coração e ouça onde faz sentido focar neste momento", orienta Paula.
  • Em um papel, escreva tudo o que que deseja para sua vida nos próximos 6 meses. Inclua os maiores desejos, as mudanças que precisa encarar para se entregar à nova vida, como se vê dentro de um semestre e o que precisa fazer hoje para alcançar o objetivo futuro. Anote tudo, fazendo um planejamento concreto para o período à frente.

Dias de Lua crescente: evolução

  • 1 de fevereiro
  • 2 de março
  • 1 de abril
  • 30 de abril
  • 30 de maio
  • 28 de junho
  • 27 de julho
  • 25 de agosto
  • 23 de setembro
  • 23 de outubro
  • 22 de novembro
  • 21 de dezembro

A lua crescente tem tudo a ver com expansão e desenvolvimento. Ou seja, é excelente para focar e empregar energia em projetos e situações que necessitam de aperfeiçoamento e prosperidade.

Por isso, durante os 7 dias após o início da lua crescente, recomenda-se esclarecer mal-entendidos, desenvolver planos que precisam de grande alcance e público, fazer planejamento financeiro e assinar contratos, assim como fechar acordos e parcerias, começar cursos e aulas especializadas, promover lançamentos e estreias.

Nessa fase, segundo Paula, o melhor é evitar investir em algo que não tenha muita consistência, bem como iniciar dietas para emagrecer.

Dias de Lua cheia: explosão de sensibilidade

  • 10 de janeiro
  • 9 de fevereiro
  • 9 de março
  • 7 de abril
  • 7 de maio
  • 5 de junho
  • 5 de julho
  • 3 de agosto
  • 2 de setembro
  • 1 de outubro
  • 31 de outubro
  • 30 de novembro
  • 30 de dezembro

É a lua que ilumina e revela a verdade. "Nesta fase, as pessoas ficam mais sensíveis e vulneráveis, por isso é indicada uma maior conexão com o que realmente faça sentido para cada indivíduo", comenta a astróloga.

Nos dias de lua cheia, vale a pena explorar mais atividades ao ar livre e programas de lazer à noite (e sair mais de casa), mudar de residência, encontrar pessoas queridas, divulgar novos projetos, começar atividades que agreguem algo de bom e organizar eventos com bastante gente e que precisam de "sucesso imediato".

Da mesma forma, recomenda-se evitar cirurgias, já que o risco de hemorragia e inflamação é maior.

Dias de Lua minguante: é hora de desapegar

  • 17 de janeiro
  • 15 de fevereiro
  • 16 de março
  • 14 de abril
  • 14 de maio
  • 13 de junho
  • 12 de julho
  • 11 de agosto
  • 10 de setembro
  • 9 de outubro
  • 8 de novembro
  • 7 de dezembro

Já a fase da lua minguante pede mais acolhimento e introspecção. Traz, com ela, uma energia de término, algo necessário para recomeçar novos ciclos. "É ótima para desapegar de tudo que não se conecta mais com a sua verdade", orienta a astróloga.

De acordo com a especialista, durante a minguante, são boas atitudes: começar dietas ou de desintoxicação, fazer tratamentos de pele (depilação também), organizar as finanças (corte de despesas e quitação de dívidas), resolver pendências, fazer cirurgias (a cicatrização é mais rápida), abandonar hábitos nocivos e terminar relações que não fazem bem.

"Na lua minguante, é melhor evitar qualquer tipo de divulgação, lançamentos de projetos ou produtos e exposições. Também não é recomendado abrir um negócio nesta fase", ensina Paula.

Rituais para lua minguante

Já que é um período com energia relacionada a términos e desapegos, a astróloga ensina um ritual para liberar o que não se conecta mais à essência:

? Em ambiente tranquilo, acenda uma vela ou incenso. Numa folha em branco, escreva com lápis tudo o que você quer que se desfaça, se afaste ou vá embora — pode ser um sentimento, pessoas, angústias, situações, mas melhor evitar dar nomes às pessoas envolvidas. Ao terminar, leia em voz alta e, depois, queime o papel, já que o fogo tem poder de transmutar e libertar. Por fim, jogue as cinzas em água corrente, na pia ou no vaso sanitário.

Eclipses de 2020

Serão dois eclipses solares em 2020 - clintspencer/Getty Images/iStockphoto
Serão dois eclipses solares em 2020
Imagem: clintspencer/Getty Images/iStockphoto

Até dezembro, teremos seis eclipses, sendo quatro lunares e dois solares.

A saber, o eclipse solar sempre ocorre na lua nova e traz novos ciclos — é o melhor momento para desapegar do que não se conecta mais com sua essência, inclusive. Enquanto isso, o eclipse o lunar ocorre na lua cheia, iluminando o que está oculto e trazendo nitidez para o que estava nebuloso na vida de todas as pessoas.

Segundo Paula Arruda, eclipses sempre oferecem chance de evolução, sobretudo quando acontecem muito próximos ou nos mesmos graus de algum astro no mapa natal/astral, no mesmo grau do ascendente ou do meio do céu.

"São oportunidades de nos conectarmos melhor com o nosso propósito, através de transformação, renovação e autoconhecimento. Através deles, temos uma oportunidade incrível de buscar descobertas e avanços internos e externos", pontua.

Como se preparar para eclipses

Abaixo, listamos o dia, a posição em que vão ocorrer e como se preparar para cada um deles:

  • 5 de junho: eclipse lunar -- ocorre em 15º34 de Sagitário, às 16h12. Tal fenômeno vai iluminar onde é preciso investir energia para voar. "É a hora de sair do lugar, de fazer diferente, de assumir o que não se conecta com a sua essência. Chega de fingir que está tudo bem", comenta a astróloga. O momento é de ação. Apostar na capacidade de fazer a energia circular e enfrentar medos para avançar são ações importantes, da mesma forma que se permitir ser verdadeiramente livre e autêntico.
  • 21 de junho: eclipse solar -- logo depois do fenômeno lunar, haverá um solar, em Câncer, às 3h41 e a 0º21. A astróloga explica que este eclipse reforça a importância de se conectar com as raízes - isto é, saber de onde veio para entender quem é e para onde deseja caminhar. Isso porque, através da consciência deste cenário, é possível alterar padrões que não refletem a essência de cada um. "Pode aflorar questões que precisam de espaço para se expressarem. Se ficar mais introspectivo, respeite-se; se vier emotividade, deixe as lágrimas caírem. É momento de estar em contato consigo mesmo de forma íntima, se acolher, ser mais compreensivo consigo mesmo", ensina. É boa ocasião, também, para se perdoar e perdoar antepassados.
  • 5 de julho: eclipse lunar -- abrindo o segundo semestre, este fenômeno ocorre em 13º30 de Capricórnio, às 1h44. Vai iluminar os caminhos, propondo ações para melhorias do que não satisfaz. "É hora de se responsabilizar por onde está hoje, já que tudo é resultado da semente plantada lá atrás. Se não estiver muito orgulhoso com a colheita, é a chance de se dedicar mais à plantação, ter paciência, saber apreciar a beleza do processo e respeitar o tempo necessário para se crescer e amadurecer", lembra Paula.
  • 30 de novembro: eclipse lunar -- acontece em 8º45 de Gêmeos, às 6h29, trazendo conexão com o que realmente faz sentido para a trajetória individual. Recomenda-se uma análise sobre as áreas que pedem movimento e progresso e, se necessário, adotar uma mudança de postura e objetivos. "A ocasião é propícia para sair da zona de conforto que deixa sem ação e de se permitir invadir por mais humor. É preciso resgatar a curiosidade que leva a lugares incríveis e ser totalmente livre", observa Paula.
  • 14 de dezembro: eclipse solar -- é o último do ano, em 23º07 de Sagitário, acontece às 13h16. Vem trazendo mais gás para seguir em frente. A ocasião é propícia para acreditar mais em si mesmo, ousar e se permitir adotar atitudes diferentes. "É hora de focar no ideal de vida e confiar que a conquista dos sonhos só depende de cada um", finaliza a astróloga.

Alto Astral