PUBLICIDADE

Topo

Jovem criticada por conta do peso ao posar nua revela volta por cima

Abyie Polden deu uma reviravolta na vida após ofensas e, hoje, trabalha para marcas do ramo plus size  - Reprodução/Instagram
Abyie Polden deu uma reviravolta na vida após ofensas e, hoje, trabalha para marcas do ramo plus size Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

09/01/2020 11h17

A jovem Abyie Polden, hoje com 24 anos, passou por um drama pessoal por conta de seu peso e de críticas após um post nas redes sociais. Agora, no entanto, ela fatura justamente com publicações na web.

O Daily Mail contou a história de Polden. Aos 15 anos, ela foi diagnosticada com lipedema - uma disfunção corporal em que há um acúmulo anormal de células de gordura nas pernas, coxas, nádegas e braços.

Durante esta época, segundo o site, ela passou a esconder o seu corpo nas redes sociais, publicando apenas imagens que mostram a região do rosto e dos ombros.

Aos 18 anos, impulsionada pelo movimento de positividade com o corpo, Polden decidiu se aceitar e publicou uma foto nua, coberta apenas por uma placa com a frase "meu corpo, minhas regras".

Abyie Polden decidiu posar nua e recebeu uma enxurrada de ofensas nas redes sociais - Reprodução - Reprodução
Abyie Polden decidiu posar nua e recebeu uma enxurrada de ofensas nas redes sociais
Imagem: Reprodução

Foi aí que o drama começou: ela contou que, apesar de alguns elogios e um ganho enorme no número de seguidores, recebeu uma enxurrada de críticas - algumas cruéis, como um comentário perguntando como o namorado dela sobrevivia sem ser esmagado.

Com ajuda do próprio namorado, que tem a mesma ideologia que ela, Polden conseguiu esquecer os "haters" e usar o corpo para mudar de vida.

Com publicações sobre autoestima do corpo, a jovem hoje combate o estigma em torno das mulheres plus size para as marcas Pink Clove e Unique 21.

Ela disse ao Daily Mail que o episódio envolvendo a foto nua "foi completamente estressante, mas marcou a próxima parte" da sua vida.

"A mídia social é realmente uma faca de dois gumes, pode ser prejudicial à sua autoimagem se você seguir as páginas erradas, mas, por outro lado, também pode abrir os olhos para comunidades e movimentos diferentes", falou.

Autoestima