PUBLICIDADE

Topo

Esposa de ator de Supernatural fala sobre relacionamento abusivo que viveu

Sarah Louise com o ator Mark Sheppard - Reprodução/Instagram
Sarah Louise com o ator Mark Sheppard Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

09/01/2020 19h12

Sarah Louise Sheppard, que é casada com o ator Mark Sheppard, conhecido por interpretar Crowley na série Supernatural, mostrou em seu Instagram algumas cicatrizes que carrega em seus braços por ter vivido um relacionamento abusivo no passado.

Ontem, ela publicou algumas fotos e contou como passou por essa fase em sua vida.

"Quando eu tinha 23 anos, passei cerca de um ano em um relacionamento abusivo. Fui abusada mental, verbal, emocional e sexualmente. Ele terminava comigo e voltava com frequência e meu cérebro estava totalmente fechado para qualquer outra coisa, mas pensava que precisava dele para existir", descreveu no início de seu relato.
A australiana seguiu seu desabafo e revelou que começou a se cortar por se sentir impotente diante da situação.

A lot of people recently have been asking about my scars on my arms. I have mentioned it once or twice before but here I am to talk about it. When I was 23 I spent about a year in an abusive relationship while living in London. I was mentally, verbally, emotionally & sexually abused. He kept leaving me then coming back repeatedly & my brain was totally shut down to anything else but thinking I 'needed' him to exist. I started feeling numb. Closed down to every emotion but I had this pain inside me. I began self harming. It was a way of feeling something, anything than the blankness that was my existence. My cutting continued for years; even after that monster was out of my life. The damage was done & I will always have PTSD about that relationship. I had some cosmetic surgery on my arm a few years ago. The doctor removed 7cm of skin. It is almost 5 years since I last hurt myself. My 'M' tattoo (for 'Mark') is to remind myself of my family & what I have if I ever feel inclined to hurt myself again. I remember clearly when I showed the boys it Max said "remember the M stands for Max too, and if you turn it upside down it's a W for William." One of the most beautiful things anyone has ever said to me. I used to be so ashamed of my scars but no more. For years they were a symbol of what I had suffered; now they are a sign of what I have survived. #selfharmsurvivor #scars #truth

A post shared by Sarah Louise Sheppard (@slsheppard) on

"Comecei a me sentir paralisada, fechada a todas as emoções, mas eu tinha essa dor dentro de mim. Comecei a me mutilar. Era uma maneira de sentir algo, qualquer coisa além do vazio que era a minha existência", disse.

Mesmo depois de terminar o relacionamento abusivo, Sarah continuou sofrendo as consequências. Ela ainda passou por procedimentos estéticos para amenizar as marcas deixadas em sua pele.

"Continuei a me cortando por anos; mesmo depois que aquele monstro saiu da minha vida. O estrago foi feito e sempre terei TEPT [Transtorno de Estresse Pós-Traumático] por causa desse relacionamento. Eu fiz uma cirurgia estética no meu braço há alguns anos. O médico removeu 7 cm de pele. Faz quase 5 anos desde que me machuquei pela última vez. Minha tatuagem 'M' (para 'Mark') é para eu me lembrar da minha família e tudo que eu tenho hoje, se alguma vez me sentir inclinada a me machucar novamente", declarou.

Para finalizar seu desabafo, ela ressalta que vê suas cicatrizes como uma lição que aprendeu na vida.

"Eu costumava ter tanta vergonha das minhas cicatrizes, mas não tenho mais. Durante anos, eles foram um símbolo do que eu havia sofrido; agora eles são um sinal do que eu sobrevivi".

Sarah e Mark estão casados desde 2015 e são pais de Isabella, de três anos.

Violência contra a mulher