PUBLICIDADE

Topo

Beleza

Loiro certeiro: como escolher tom do cabelo com base na pele sem #fail

A blogueira Thássia Naves - Reprodução/Instagram
A blogueira Thássia Naves Imagem: Reprodução/Instagram

Paula Roschel

Colaboração para Universa

08/01/2020 04h00

É bem provável que em algum momento da vida você sinta uma vontade de ser loira, ou até mesmo de turbinar seus cabelos já claros com mechas ou colorações mais dramáticas.

Antes de mirar no tom dourado de alguma celebridade e correr para o salão disposta a conquistar aquela beleza toda iluminada, calma! É preciso antes analisar se ela combina de forma mais natural com a cor de sua pele - e de suas veias. Sim! Até as veias podem te guiar para uma mudança de visual mais impactante ou totalmente #fail. Especialistas explicam essa questão.

Até pouco tempo atrás, a saúde dos fios era o único ponto a ser levado em consideração pelo cabeleireiro na hora da descoloração. Claro que isso ainda segue como um ponto importante, tendo em vista que um cabelo mais frágil pode quebrar durante o processo (e sofrer o temido corte químico).

Recentemente, o tom da pele passou a ser o queridinho da vez de beauty experts para definir qual é a cartela de cor ideal para cada pessoa. Para descobrir o seu, fique atento a algumas características.

Como descobrir o seu tom de pele

De forma geral, a cor da pele está dividida em tom claro, médio e escuro. É como costumamos achar a nossa maquiagem ideal. Para descobrir o subtom, que é a cor "de fundo", usamos outros critérios:

Quente: é o subtom de uma pele com maior quantidade de pigmentos amarelados;
Frio: pele com mais pigmentos azulados e avermelhados;
Neutro: pigmentos com diversos tons em equilíbrio.

Para as negras, ainda existe a classificação de fundo mais acinzentado (pigmentos frios em maior número) ou dourado (pigmentos amarelados em maior número).

Uma maneira fácil de identificar o subtom e facilitar a escolha do loiro ideal através dessa característica é observar as veias. Para isso, vá até um ambiente com luz natural e encare as suas.

Se elas forem mais puxadas para o marrom ou verde, seu subtom é quente. Já se elas forem violetas ou azuladas, indica que seu subtom é frio.

Para Juha Antero, cabeleireiro e colorista do MG Hair Design, de São Paulo, além do tom das veias, é importante olhar para as manchas. "Elas podem se acentuar ao clarear muito o cabelo. O ideal é fazer uma mecha no tom desejado e ver como fica, de acordo com a pele, antes de prosseguir para a descoloração", explica.

A partir de tais diretrizes, especialistas indicam cores específicas:

Para peles quentes

Para quem tem o cabelo escuro e a pele ou veia indicando tons quentes, Celso Kamura, beauty artist de São Paulo, indica mudar para loiros tipo avelã, dourado ou acobreado. "Já as morenas orientais ficam melhor com o loiro manteiga, o dourado e até mesmo o intenso platinado", diz o especialista.

Para veias azuladas

Tom de loiro - Alex Batista - Alex Batista
Imagem: Alex Batista

As mulheres com pele clara e fundo rosado (que geralmente têm as veias azuladas) podem optar pelo loiro mel, loiro bege com reflexos ou investir em tons mais terrosos.

"Para as veias azuladas, eu não indico recorrer ao loiro platinado, pois a pele perderá o aspecto saudável, passando a sensação de envelhecimento", explica Kátia Toledo, especialista em cabelos do Instituto Embelleze, de São Paulo.

Peles negras acinzentadas ou douradas

"As negras com fundo de pele voltado para o cinza precisam de contraste. Elas podem abusar dos subtons canela, mel e dourado. Já as negras com fundo de pele dourado ficam maravilhosas com os cabelos acobreados e terrosos", diz Celso.

Tom de loiro - Alex Batista - Alex Batista
Imagem: Alex Batista

Loiras ainda mais loiras

Para mulheres ou homens com o cabelo mais claro, como o loiro escuro, é possível fazer intervenções na cor para deixar o tom equilibrado, de acordo com essa lógica da nuance de pele.

O ideal nesses casos é usar apenas tonalizantes ou colorações profissionais do tipo translúcido, que apenas dão um "up" na cor, sem chapá-la. "Dá para usar também mais de um tom de loiro, bem espalhado. Isso faz com que não haja tanto contraste com a pele", afirma Juha.

Para quem gosta de quebrar regras

Todas essas informações fazem parte da lógica do visagismo, que estuda a relação entre as cores e as formas na beleza. É possível, entretanto, quebrar tais regras: é só reforçar a personalidade e segurando o look.

Beleza