PUBLICIDADE

Topo

Sexo

Nudes: por que alguns homens mandam fotos do pênis sem que a mulher peça?

Precisa mandar o que ninguém pediu? - Getty Images/iStockphoto
Precisa mandar o que ninguém pediu? Imagem: Getty Images/iStockphoto

Heloísa Noronha

Colaboração para Universa

10/12/2019 04h00

Seja em aplicativos de encontros seja em mensagens de paquera, muitos homens acabam mandando nudes sem a mulher pedir. Só que mesmo que a comunicação, de fato, tenha uma pegada mais quente, não são todas as garotas que curtem ser surpreendidas com a foto de um pênis ereto na tela do celular ou do computador, né? A questão é: por que os sujeitos têm essa atitude tão invasiva e o que esse comportamento costuma revelar?

Segundo uma pesquisa recente conduzida por cientistas do Canadá e dos Estados Unidos e publicada na revista "The Journal of Sex Research", a maioria dos caras que adotam essa prática extremamente invasiva esperam receber um "agradinho" semelhante de volta.

Para o terapeuta sexual Oswaldo Martins Rodrigues Jr., diretor do Instituto Paulista de Sexualidade (Inpasex), o foco que alguns homens dão ao pênis é uma espécie de comprovação da própria masculinidade. A sexualidade masculina é, para uma boa parte deles, centrada no órgão genital. Não é de se espantar, portanto, que muitos acreditem piamente que vão agradar ao mandar uma foto do dito-cujo para uma mulher. "Nos relacionamentos possivelmente afetivos, esses homens partem do princípio de que devem se exibir, pois somente assim serão desejados e, por fim, amados. E, quando são rejeitados ou rechaçados, acham que a mulher não soube valorizá-los e partem em busca de outra que possa enaltecer sua masculinidade", comenta.

Na opinião de Marina Simas, psicóloga e sócia-diretora do Instituto do Casal, em São Paulo (SP), o envio de fotos do pênis pode estar ligado à imaturidade, à insegurança, ao narcisismo e até a um comportamento parafílico exibicionista - nesse caso, mais do que julgamento o homem precisa de uma ajuda terapêutica que o ajude a ressignificar sua conduta.

"Mandar o nude pode até ser considerado abusivo e tóxico, dependendo que quem recebe, e incentivar isso pode ser um problema. Tudo depende, é claro, da forma como é feita. Porém, enxergo também um certo desconhecimento sobre como a libido feminina funciona. Sabemos que existem homens que associam de forma errada o tamanho de pênis à masculinidade e ao aumento do prazer da parceira, transformando sites e aplicativos de relacionamento em um 'catálogo' de seus dotes. Será mesmo que esse é o melhor recurso para a mulher se manter interessada?", questiona Marina.

Sexualidade masculina é mais liberal

A psicóloga Danielle Pinheiro, do Rio de Janeiro (RJ), lembra que a forma que lidamos com nosso corpo tem relação direta com a forma que lidamos com nossa sexualidade. "Em nossa sociedade, apesar das mudanças, os meninos em geral são educados com mais liberdade do que as meninas em relação à sua sexualidade e nudez. Ele se permite deixar mais claras suas intenções sem a preocupação com o que os outros vão pensar. As repercussões em torno da sua vida sexual ainda são bem menores do que com as mulheres", comenta Daniella, que reforça que é difícil generalizar as situações, pois cada comportamento responde a emoções diferentes. "Se a maioria dos homens se comporta de uma forma específica, não devemos falar de patologias, mas de educação social e cultural", opina.

Já o sexólogo Ricardo Desidério da Silva, docente do Mestrado em Educação Sexual da Unesp/Araraquara, enxerga a mania de mandar tais nudes como um exemplo típico de machismo. "É um ato não involuntário, pois eles sabem muito bem o que estão fazendo, em que o machismo impera. Primeiro, porque é evidente que ao projetar a imagem de seu pênis em um nudes, eles querem mostrar a sua vitalidade, seu 'poder' enquanto macho. Afinal, nenhum homem mandará de início um pênis mole, mas sim totalmente ereto. Pois isso irá garantir na sua cabeça, apenas na dele, que fique bem claro, a sua masculinidade. É como se enviando o nudes ele estivesse afirmando sua virilidade", diz.

É claro que algumas mulheres podem elogiar a façanha e até retribuir com imagens sensuais, o que alimentará ainda mais o seu ego - e, veja bem, não há nada demais nessa troca de nudes consensual. "Porém, se o cara não receber de volta nenhum comentário, pode insistir e enviar outros nudes até que haja uma manifestação. Daí cabe a mulher bloquear ou tomar alguma outra providência", explica Ricardo.

Constrangimento pode ser punido

A internet, segundo Danielle, ampliou o nosso narcisismo e o enaltecimento do eu, que são mais significativos hoje do que em outras épocas. "Então, as pessoas estão valorizando muito mais sua imagem e aparência do que as relações. Os sentimentos de felicidade e tristeza estão muito interligados a curtidas e comentários nas redes sociais. Manter vínculos e relacionamentos dá trabalho, requer investimento de energia e tempo. Ficar nos encontros superficiais é mais fácil e demanda menos energia. Nada mais objetivo do que um nude, que deixa claro o que a pessoa deseja com a outra. Entretanto, cabe a cada um deixar claro sua intenção e desejo e delimitar seus limites", atesta.

De acordo com a advogada Cátia Ribeiro Vita, sócia-proprietária do escritório CRV Advogados Associados, no Rio de Janeiro (RJ), no Brasil enviar fotos íntimas próprias não é crime, desde que haja o consenso entre as partes envolvidas. "Ou seja, enviar nudes de si mesmo não é crime. No entanto, caso a mulher se sinta constrangida por ter recebido, é possível adentrar à esfera cível para requerer indenização por danos morais, como forma de compensação pelo abalo sofrido e até pela importunação", avisa.

Conforme o estudo divulgado na revista "The Journal of Sex Research", alguns sujeitos enviam nudes com a intenção de provocar medo e vergonha nas destinatárias, enquanto outros demonstraram misoginia e necessidade de se sentir no controle da situação (no caso, o flerte). Para mudar esse comportamento, Danielle observa que é necessário que as mulheres deixem claro que não estão satisfeitas com tal atitude, sem ficarem constrangidas em dar esse retorno.

"Afinal de contas, em alguns casos o homem pode vir a se tornar seu futuro namorado. E, mesmo que não se torne, agir assim é uma forma de mudar um comportamento masculino inadequado e evitar que outras mulheres passem por essa situação. As mulheres precisam se empoderar mais nas relações e definir seus limites, avisando o que querem e o que não querem, sem medo de serem preteridas. Dessa maneira, é possível sair do lugar de objeto de escolha para ser agente de transformação da própria vida", fala a psicóloga.

Sexo