Topo

Nome de mulher estuprada e morta está entre os mais buscados de site pornô

O nome da indiana morta e estuprada está entre os mais buscados - iStock
O nome da indiana morta e estuprada está entre os mais buscados Imagem: iStock

De Universa

02/12/2019 19h06

Um caso de violência ocorrido na Índia tem tomado proporções mundiais. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, o corpo da veterinária Priyanka Reddy foi encontrado carbonizado sob um viaduto depois de ela ter sido estuprada e assassinada por homens que teriam se oferecido para ajudá-la com um pneu furado. O crime aconteceu próximo da cidade de Hyderabad, na região sul do país, no dia 26 de novembro.

Ainda segundo o jornal, a jovem de 27 anos, estava a caminho de casa quando telefonou para a irmã para avisar que o pneu de sua moto estava furado. Ela teria dito que estava assustada com um grupo de motoristas de caminhão que se aproximava. A irmã orientou a veterinária a deixar o veículo, caminhar até o pedágio mais próximo e pegar um táxi para casa, mas foi impedida. Os homens teriam bloqueado sua passagem e oferecido ajuda para consertar o pneu.

No dia seguinte, pela manhã, seu corpo foi encontrado e quatro homens foram presos. De acordo com a polícia local, Priyanka foi estuprada, morta, teve o corpo queimado e foi despejada a 24 quilômetros do local em que a violência aconteceu.

Nome buscado em site pornográfico

Depois do crime, outro fato tem chamado a atenção e gerado revolta na população: o nome e o sobrenome de Priyanka aparecem entre os mais buscados do site de conteúdo pornô XVideos versão indiana. De acordo com dados oficiais, a quantidade de estupros registrados na Índia a cada ano é de quase 40 mil. Pelas redes sociais, ativistas subiram a hashtag #JusticeForPriyankaReddy.

Violência contra a mulher