Topo

Atriz de Supergirl revela violência doméstica: "Quase perdi minha visão"

Paul Archuleta/FilmMagic
Imagem: Paul Archuleta/FilmMagic

De Universa

27/11/2019 20h02

Melissa Benoist, conhecida por protagonizar a série Supergirl, postou um vídeo em seu IGTV, no Instagram, revelando ter sido vítima de violência doméstica.

Na gravação, a atriz, de 31, conta que conheceu o agressor pouco depois de sair de um relacionamento duradouro. Depois que se tornaram amigos, os dois começaram a namorar e de repente era como se estivessem vivendo um "trem de carga descontrolado".

Os abusos, segundo ela, começaram com manipulação emocional, em que ele usava os ciúmes como argumento para o comportamento violento, como quando controlava as roupas que ela vestia, observava seu celular e criava discussões por cenas românticas em seu trabalho.

"Ele não queria que eu beijasse ou fizesse cena de flerte com outros homens — o que era muito difícil de evitar. Com isso, comecei a recusar testes, ofertas de emprego, amizades. Tudo isso porque não queria machucá-lo", relembra.

Em momento nenhum Melissa nomeia o rapaz, descrevendo-o apenas como "alguém mais jovem do que ela". A atriz teve um relacionamento com o fotógrafo Nick Vordeman, 37, o ator Blake Jenner, 27, e hoje em dia é casada com o ator Chris Wood, 31.

"Eu entendi como é estar presa e levar tapas repetidamente, receber um soco tão forte que sentia o vento saindo de mim. O que era ter o cabelo arrastado pela calçada, ser beliscada até me machucar, apanhar contra a parede", comenta ela, revelando já ter se trancado dentro de um quarto na época para se sentir segura e ainda assim viu a porta ser arrombada pelo ex.

O ponto de virada teria acontecido quando o rapaz jogou o celular no rosto de Melissa, rasgando sua íris a ponto que quase rompesse o globo ocular, além de quase quebrar o seu nariz. Na ocasião, ela mentiu para as enfermeiras e policiais sobre como se feriu.

Depois de um tempo, ela criou coragem para confiar em um amigo e contar o que estava acontecendo: "Conforme mais pessoas eu contava a história, mais forte que eu me sentia".

Melissa conclui a lembrança motivando outras mulheres a denunciarem comportamentos violentos contra elas, alertando que, uma em cada sete mulheres já sofreram algum tipo de violência do parceiro.

"Quero que essas estatísticas mudem e espero que contar minha história impeça que mais histórias como essa aconteçam", conclui.

Violência contra a mulher