Topo

"Queria ter nascido lésbica" e mais frases que parecem elogios, mas não são

Será que é um elogio mesmo? - iStock
Será que é um elogio mesmo? Imagem: iStock

Ana Bardella

De Universa

25/11/2019 04h00

Já faz algum tempo que as mulheres estão verbalizando suas frustrações com o comportamento masculino. Bruna Marquezine, por exemplo, já declarou "não ter mais esperanças no homem hétero" pelo Twitter. Mas em alguns casos, as reclamações são levadas a outro nível. Há quem diga, por exemplo, que acha "mais fácil" gostar de mulheres.

Foi o caso da participante Hariany, de A Fazenda. Após se estranhar com Lucas Viana, com quem mantém um relacionamento de idas e vindas no reality, ela declarou que gostaria de ter nascido lésbica. A princípio, a frase não parece preconceituosa. Mas como é encarada por quem enfrenta todos os dias os desafios de assumir o interesse por pessoas do mesmo gênero?

Na opinião de Laura Santana, de 20 anos, esse tipo de afirmação é fruto de falta de informação. "Pode ser uma tentativa de elogiar, mas acaba sendo irritante", opina. É importante lembrar que não é fácil ser lésbica no Brasil: um dossiê do grupo Lesbocídio - As histórias que ninguém conta, vinculado à Universidade Federal do Rio de Janeiro, mostra que, entre 2014 e 2017 houve um aumento de 237% no número de casos de assassinatos e suicídios de mulheres lésbicas no país.

Assim como a frase de Hariany, há outras que podem ser ofensivas, apesar de não terem a intenção de soarem dessa forma. A seguir, mulheres citam alguns exemplos:

1. "Você é bonita, não tem cabelo curto, nem parece lésbica"

"Ofende porque parte do pressuposto de que você precisa, necessariamente, se parecer com um homem. É por causa dessa mentalidade que ouvimos o famoso 'Quem é o homem da relação?' com frequência. Ser uma lésbica com traços ou gestos femininos causa estranhamento", detalha Helen Garcia, 26 anos, coordenadora de negócios digitais.

Ela também problematiza o fato de usarem essas características como um elogio. "Se eu sou bonita porque sou 'feminina', entende-se que as mulheres 'masculinizadas' são feias. Todas nós, mulheres lésbicas, héteros, cis e transsexuais, estamos aprendendo a nos gostar como somos. É um pensamento bastante ultrapassado".

2. "Mulheres são maravilhosas, mas o sexo não fica incompleto?"

"A frase dá a entender que a participação de um pênis durante o ato é essencial, quando na verdade não é. Se fosse assim, lésbicas ou mulheres que não gostam de penetração não teriam prazer em fazer", aponta Laura. A estudante conta ainda que a forma como muitas pessoas tocam no assunto é indelicada, uma vez que, motivadas pela curiosidade, acham que tudo bem perguntar detalhes sobre sua vida sexual, mesmo se não têm intimidade suficiente para isso.

Cristiane Santos tem 23 anos e trabalha na área de relações públicas. Ela relembra que uma vez ficou magoada com um amigo por ele perguntar na faculdade, no meio da aula, se ela era virgem. "Todo mundo ouviu e eu fiquei sem reação. Depois ele tentou se explicar dizendo que, como eu só faço sexo lésbico, devo me considerar virgem. Ele simplesmente deslegitimou as minhas relações, como se elas fossem só brincar de preliminares".

3. "O bom de ser lésbica é que vocês não correm o risco de engravidar"

"Incomoda bastante porque reforça o estereótipo de que um casal homoafetivo não pode ter filhos. Isso não é verdade: hoje em dia existem muitas possibilidades para se tornar mãe que vão além da gravidez tradicional. Eu mesma sou adotada. Quem quer ter filho dá um jeito", completa Cristiane. Segundo a relações públicas, outra frase comum quando o assunto é a sexualidade lésbica é a de que elas são sortudas por não precisarem usar preservativo. "Como se não existissem DSTs entre as mulheres", ironiza.

4. "Que bom que você se assumiu! Mas não vai dar em cima de mim, hein?"

Segundo Laura, a frase sempre vem em tom cínico. Helen também já se sentiu incomodada muitas vezes com a insinuação. "Algumas mulheres te tratam como homem, com receio de que você possa dar em cima delas a qualquer momento. Muitas vezes não existe qualquer tipo de interesse, isso nem está passando pela cabeça da pessoa", diz.

5. "Se eu soubesse que aquele boy era escroto assim, teria ficado com você"

"Algumas mulheres heterossexuais acham que estão nos enaltecendo quando nos comparam com os homens com as quais elas se relacionam, como se os relacionamentos entre mulheres fossem ideais. Mas em todos os tipos de relações existem pessoas boas e ruins. A nossa orientação sexual não tem a ver com a nossa essência e nem com os problemas que enfrentamos quando namoramos alguém. Somos normais", conclui Laura.

Diversidade