PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral


Sagitário é signo do 'sincericídio', da aventura e rei das gafes: veja

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Claudia Dias

Colaboração para Universa

24/11/2019 04h00

Nono signo, Sagitário é o "viajante do zodíaco", conhecido por se aventurar pelo mundo, em busca de conhecimento e experiências novas. Tal fama não é à toa.

O signo é ligado ao elemento Fogo e tem energia mutável. "Fogo mutável significa alto astral, liberdade e adaptabilidade", pontua a astróloga Paula Arruda.

Sempre alegre e expressivo, o sagitariano é influenciado também pelo seu regente Júpiter, que traz otimismo e um olhar além do óbvio. É por isso que o nativo vive momentos tão singulares. A seguir, a especialista lista 16 situações que só quem é de Sagitário já viveu ou tem muitas chances de viver.

1. Saltar de paraquedas?

Sim! Voar de asa delta? Sim! Descer uma cachoeira com rapel? Também! Se o sagitariano ainda não fez tudo isso, é certo que está na listinha de coisas para fazer antes de morrer. Um de seus lemas é "viver como se não houvesse amanhã"e, por isso, ele se joga em tudo que desperta adrenalina. Se tem frio na barriga, tem um sagitariano por perto.

2. Ganhar no bingo e concursos

A sorte parece morar ao lado do nativo de Sagitário, um "sortudo" na vida. Na verdade, sua vibração positiva é que atrai tantas coisas boas para sua vida. E isso acontece simplesmente porque ele não perde tempo pensando que não vai dar certo.

3. Ser sincero, acima de tudo e todos

É uma atitude sagitariana. O famoso sincericídio pode machucar quem ainda não está acostumado com a sua maneira de ser verdadeiro e espontâneo.

4. Cometer muitas gafes

Ele consegue ser o rei da bola fora, justamente pela sua falta de trava na língua. Acaba falando mais do que deve.

5. Precisar de novo passaporte por falta de folhas

O sagitariano é do mundo. Ele viaja tanto quanto pode e é bem comum conhecer vários países, a ponto de não ter espaço no passaporte para novos carimbos de imigração. É muito esperado que o nativo já tenha morado fora ou que isso faça parte dos seus planos futuros.

6. Ter dificuldade em guardar segredos

Para ele, isso é um verdadeiro desafio. Chega ao ponto de se envolver em confusões porque fala demais. E isso não é maldade, não. Quando percebe, já disse o que não devia.

7. Falar várias línguas

Sagitário tem interesse e facilidade por diferentes idiomas. Faz parte da sua gana de conhecer outras culturas. Não se espante se ele for trilíngue ou algo do gênero.

8. Estudar até os 80 anos

Frequentar mais de uma faculdade, mestrado, doutorado e tudo o que aparecer à sua frente é uma das marcas de Sagitário. Sua sede de conhecimento parece inesgotável. Está sempre em busca de aprofundar o que já sabe e aprender algo novo.

9. Ser o otimista da vez

Quando tudo parece perdido, é o sagitariano quem garante existir uma luz no fim do túnel. Ele sabe que a fase desafiadora vai passar e isso torna sua vida mais leve e divertida.

10. Não ter um lugar "fixo"

É bem capaz de o nativo ter uma vida nômade, estando sempre em movimento, de acordo com seus desejos no momento.

11. Estar por dentro de tudo que é novidade

Sagitário está sempre em busca de algo novo, sejam lugares, pessoas, situações. Isso porque ele tem uma certa necessidade de expandir seus horizontes e derrubar os muros que o cercam.

12. Não se apegar à tristeza

O nativo também não fica muito tempo "sofrendo". Algo deu ruim? Em pouco tempo ele parte curioso para desbravar novas metas e se jogar em algo pela primeira vez.

13. Confiar demais nos outros (e, às vezes, se machucar)

O otimismo de Sagitário faz com que o nativo confie demais nas pessoas. Ele sempre parte do princípio de que o outro é bom. Com isso, vez ou outra se decepciona, mas não encara como problema. Segue confiando na humanidade.

14. Ser exagerado

Sagitário não vive sem seus exageros, que podem aparecer em diferentes fases e situações - o fanatismo por um time de futebol, não se comprometer porque tem pressa de viver, se acomodar porque tudo é fácil demais, entre outros extremos.

15. Não ter vínculos fortes

É uma opção sagitariana que, mesmo possuindo alguns laços, evita qualquer relação que faça com que se sinta preso ou limitado. O nativo quer ter a liberdade de colocar a mochila nas costas quando quiser e sair por aí.

16. Ser uma eterna criança

Isso tende a ser positivo, porque o sagitariano mantém a curiosidade no olhar, buscando novas experiências, mas também tem o aspecto ruim, porque ele foge das responsabilidades, como se a vida fosse uma brincadeira sem fim.

Alto Astral