Topo

Relacionamentos

Titi Müller sobre relações monogâmicas: "Difícil manter ao longo dos anos"

Titi Müller  - Lude Richele e Felipe Damasceno/Divulgação
Titi Müller Imagem: Lude Richele e Felipe Damasceno/Divulgação

De Universa

22/11/2019 12h23

Titi Müller não parece ser das pessoas mais crentes em longas relações monogâmicas. Em entrevista à revista Quem publicada hoje, a apresentadora do Multishow questionou a durabilidade do formato.

"Acredito nas relações monogâmicas até porque a maior parte das pessoas considera que estão em um relacionamento monogâmico. Se estão mesmo é outra questão", disse Titi. "Acho que até é bem mais difícil manter um relacionamento monogâmico de verdade. Aquele que realmente não tem nenhum terceiro elemento na relação, no casamento. É difícil manter isso ao longo dos anos, principalmente na geração que a gente vive, de rede social... Onde as pessoas são apresentadas quase em um cardápio para a gente."

Casada há dois meses com Tomás Bertoni, Titi disse que não vem ao caso dizer se sua relação é aberta ou monogâmica. Ela, no entanto, destaca que o casal é "livre".

"Não vem ao caso se a minha relação é monogâmica ou não. O que posso dizer é que a gente é totalmente livre. A nossa parceria é o tempo todo refeita. Porque eu acho que é isso, o casamento é um acordo. E a gente refaz de acordo com o que a gente está sentindo, de acordo com a verdade. Acho que é isso, sendo monogâmico ou aberto. Enfim, casal que faz algumas coisinhas junto. O negócio é ser honesto. E muito mais do que fidelidade é sobre lealdade", contou.

Durante a entrevista, a apresentadora também falou sobre a relação com o próprio corpo e disse que, mesmo tento "algumas questões", sempre foi desinibida.

"Lógico que tenho questões com o meu corpo, mas muito menos do que tinha no passado. Apesar disso, nunca tive vergonha de mostrar nada na hora H. Acho que sempre fui bem desinibida. Ali na hora rola um entrosamento e a ideia é que todo mundo fique bem à vontade", revelou.

As questões com o corpo já foram muito maiores para Titi. Ela chegou a enfrentar uma anorexia nervosa. Hoje recuperada, ela diz que ama o próprio corpo.

"Eu percebi que estava com problema de distúrbio alimentar quando me olhei em uma foto e vi que realmente estava muito magra. As pessoas estavam falando que estava magra e elas estavam cobertas de razão. Eu não conseguia perceber. Amigos que não me viam há bastante tempo ficaram assustados. Comecei a prestar atenção nisso, a tratar na terapia... Hoje entendo cada vez melhor que é uma questão que tem que ter cuidado eterno, sempre tem que estar de olho, mas acredito que esteja tudo bem. Eu e meu corpo nos amamos hoje", afirmou.

Relacionamentos