Topo

Sexo

Se masturbar todo dia é normal? Ginecologista responde

Pode se tocar todo dia? - Dean Mitchell/iStock
Pode se tocar todo dia? Imagem: Dean Mitchell/iStock

Nathália Geraldo

De Universa

16/11/2019 04h00

A masturbação feminina ainda é questão pouco naturalizada, já que não há estímulos para a mulher entrar em contato com o prazer sexual sem a necessidade de um parceiro ou parceira. Pelo contrário.

Como há muito tabu e vergonha para se falar do tema, as pessoas se questionam se há perigo em se masturbar com frequência. Afinal, é normal para mulheres se masturbar todos os dias? Conversamos com a ginecologista Karina Tafner para tirar a dúvida.

Masturbação feminina todos os dias: pode?

De acordo com a médica, está liberado: mulheres podem se masturbar todos os dias, quantas vezes quiserem. "Não tem problema nenhum, pelo contrário, ao se tocar, a mulher conhece mais seu próprio corpo e experimenta a liberdade para ter mais prazer até com outra pessoa".

Entre os pontos positivos apontados pela ginecologista estão:

  • Aumento da libido
  • Diminuição do estresse
  • Capacidade de fantasiar sozinha
  • Desprendimento de tabus sexuais

A psicanalista e escritora Regina Navarro Lins também aponta a masturbação feminina como uma forma de autoerotismo que desassocia o prazer da mulher à satisfação do homem, no caso de relações heterossexuais, por exemplo.

"Não tem nenhum risco real, qualquer coisa negativa associada à masturbação é mito", pondera Karina. "Só é preciso tomar cuidado com objetos ou posições para não se machucar".

Fique atenta também há indícios de vício em sexo, e caso haja, procure terapeutas sexuais ou médicos que possam orientá-la.

Cabe, então, avaliar quais são as barreiras emocionais ou psicológicas que fazem a masturbação com frequência ser um problema para algumas mulheres: é muito comum que se pense que masturbação é traição, que é algo sujo ou que há alguma competição entre o prazer sentido em relações sexuais com outras pessoas e sozinha.

Se masturbar faz bem

JulyProkopiv/iStock
Imagem: JulyProkopiv/iStock

Vale dizer que, cada vez mais, fazer movimentos no clitóris, na vulva e na vagina com as mãos ou brinquedos eróticos têm sido estimulado, tanto pelo mercado quanto por profissionais de saúde feminina.

As pesquisas também provam que se masturbar faz bem — e inclusive, é capaz de fazer com que mulheres tenham orgasmo mais facilmente, como aponta uma encomendada pela Trojan, marca de camisinha, com o Conselho de Informação e Educação Sexual do Canadá (SIECCAN) e divulgada em julho.

Segundo o estudo feito com jovens de 19 a 24 anos, apesar de os homens terem quase duas vezes mais chances de se masturbar pelo menos uma vez por semana do que as mulheres (65% dizem que fazem, contra 35% das entrevistadas), as mulheres têm maior probabilidade de sentir prazer ao se masturbar (38% delas frente 29% dos homens). Isso pode ser explicado pela frequência maior da masturbação masculina tornar o ato "mecânico". Já a mulher cria uma conexão maior consigo mesma.

Hora de se tocar: dicas

Há algumas posições e práticas que facilitam o prazer feminino solo: o uso do chuveirinho do banheiro para estimular o clitóris, a movimentação dos dedos sobre a calcinha são algumas das opções. No ato sozinha, podem acontecer algumas reações pouco esperadas — e que são normais: ter câimbra, chorar ou fazer xixi estão entre elas.

Sexo