Topo

Mãe presa por abusos cometidos pelo pai de seus filhos é solta após 15 anos

Tondalao Hall deixou a prisão na tarde desta sexta (8) - Reprodução/Facebook
Tondalao Hall deixou a prisão na tarde desta sexta (8) Imagem: Reprodução/Facebook

De Universa

09/11/2019 12h56

A americana de Oklahoma Tondalao Hall, 35, foi condenada a 30 anos de prisão por "não proteger seus filhos de abuso", apesar das evidências de que ela e as crianças, na verdade, eram as vítimas de seu ex-namorado, e pai dos menores. Ela foi solta nesta sexta (8) após cumprir metade da sentença. O homem ficou preso por dois anos.

Segundo reportagem do "BuzzFeed", a dupla foi presa em 2004 por lesões encontradas em seus dois filhos mais novos — Tondalao tem três. O pai das crianças, Robert Braxton, recebeu uma sentença de 10 anos por quebrar as costelas e o fêmur da filha de três meses, mas colocado em liberdade condicional após 2 anos. Enquanto isso, Tondalao declarou-se culpada de permitir o abuso infantil e foi sentenciada a 30 anos.

Reprodução/Facebook
Imagem: Reprodução/Facebook

O caso foi objeto de uma investigação do "BuzzFeed News", que em 2014 descobriu que 28 mães em 11 estados foram condenadas a 10 anos ou mais por não protegerem seus filhos. Em cada um desses casos, incluindo o de Tondalao, havia evidências de que a própria mãe também foi vítima do abuso. Tem mais: o caso dela foi um dos três em que a mãe recebeu uma sentença mais longa do que o homem que realmente abusou das crianças.

Tondalao foi solta após apelo da organização americana de defesa dos direitos humanos ACLU (União Americana das Liberdades Civis). Ela planeja agora retornar à prisão como voluntária e trabalhar para ajudar a libertar suas amigas.

Direitos da mulher