Topo

Brian J. Smith, de Sense8, revela ser gay e fala de vida no armário

Brian J. Smith com Tuppence Middleton em cena de Sense8 - Divulgação/IMDb
Brian J. Smith com Tuppence Middleton em cena de Sense8 Imagem: Divulgação/IMDb

De Universa, em São Paulo

08/11/2019 08h39

O ator Brian J. Smith, que viveu o policial Will Gorski na série Sense8, da Netflix, se abriu pela primeira vez sobre sua homossexualidade em entrevista à Attitude. O texano de 38 anos comentou sobre a pressão para se manter no armário durante a adolescência e o começo da carreira.

"Eu estava aterrorizado. Na escola, eu não me encaixava em nenhum lugar, não era nem um esportista, nem um nerd. E não adiantava nem pensar em grupo de apoio LGBTQ+. Não havia nada como isso na minha época. Eu estava muito sozinho", contou.

Smith lembrou ainda que sofreu bullying dos colegas, que usavam termos derrogatórios relacionados a homossexualidade constantemente: "Eu nunca pude ser quem eu era. Eu sempre tinha que me vigiar: será que estou olhando para esta pessoa há tempo demais? Estou deixando alguém desconfortável?"

Para ele, a atuação se tornou uma forma de se expressar longe desse tipo de preconceito. "Em frente a uma plateia, eu desaparecia, me tornava outra pessoa. Minha escola tinha 600 alunos, e todos eles provavelmente me achavam um idiota. Mas, no palco, eles prestavam atenção em mim", contou.

Sense8

Smith ainda contou que a série da Netflix, onde o seu personagem se envolvia sexualmente com homens e mulheres, foi um ponto de virada em sua jornada pessoal.

"Eu me lembro de me sentir tão relaxado [no set]. Eu pensei: 'Finalmente eu posso ser quem eu sou, não preciso fingir para ninguém'", disse.

Smith disse que se assumiu para a sua família em 2011, mas que as cicatrizes da juventude ainda viram combustível para o seu trabalho.

"Eu tive que tomar muito cuidado ao contar para as pessoas sobre a minha verdade. Aquela dor antiga ainda reverbera. Muitas das minhas performances são sobre isso. Esses ecos são o que me movem como ator", definiu.

Diversidade