Topo

Com apoio da namorada, ex-militar inglês faz carreira como ator pornô gay

Daniel McGraffin trabalha com o nome de Geordie Jackson - Reprodução
Daniel McGraffin trabalha com o nome de Geordie Jackson Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

25/10/2019 19h34

O britânico Daniel McGraffin, ex-militar, garante ser 100% hétero, embora tenha uma lucrativa carreira como ator pornô gay. Detalhe: com o apoio da namorada, Freya.

Com o nome profissional de Geordie Jackson, o inglês da cidade de Wigan afirmou em um documentário exibido ontem pelo Channel 5 que consegue faturar mais de mil libras (R$ 5,1 mil em valores atuais) por dia de trabalho, realizando "algumas poucas horas" de filmagens em vídeos adultos.

McGraffin iniciou sua carreira cinematográfica ao deixar a carreira de seis anos como militar. "Eu havia decidido (ser militar) quando era criança. Sabia que seria do exército", disse.

A rotina exigente, porém, mudou os planos do inglês. Por uma infração militar, chegou a passar oito meses preso; ao sair, procurou novos empregos, como professor de ginástica ou faxineiro.

Um dos bicos, porém, o levou ao mundo do pornô. "Quando eu estava trabalhando como DJ, havia uma fã minha, uma garota, que trabalhava como dominatrix. Ela me falou sobre um cara, dizendo: 'ele é totalmente hétero, mas faz pornô gay'", explicou.

Segundo McGraffin, uma pequena produtora então entrou em contato com ele. Explicou que "a maior parte" dos filmes era falsa e ofereceu ao ex-militar 750 libras (mais de R$ 3,8 mil) por uma cena curta. O então DJ topou, e logo quis de novo.

"Imagine: se eu faço um desses por semana, são 750 libras por semana. Tipo, duas, três vezes por semana, depois você some do radar por meses", argumentou. Pouco tempo depois, ele se candidatou para uma vaga em outra produtora e assinou um contrato mais vantajoso de três anos. "Eu não procurei no pornô hétero; no pornô gay, há menos competição. E não há dinheiro no pornô hétero."

No documentário, a namorada de Daniel, Freya, deixou claro que não importa o que pensam de seu namorado. "Aquilo é falso", afirmou ela. "Quando ele volta de uma filmagem, ele não que não quer pensar em ninguém que tenha um p...", acrescentou.

Mas se a namorada apoia a carreira, o mesmo não pode ser dito a respeito da família de Daniel. Apenas seu irmão e suas irmãs sabem da atual profissão do ex-militar.

"Minha mãe sabe que eu faço pornô. Ela sabe que eu faço algo tipo 'modelo gay', (mas) eu nunca contei a ela. Ela provavelmente iria rir, mas fisicamente eu não consigo tirar isso da minha boca", explicou. "Eu falei às minhas irmãs, mas pai e mãe é diferente."

Pornô feminista: visitamos set de filmagem para entender o termo polêmico

UOL Notícias

Diversidade