Topo

Mariah Carey faz discurso forte em evento e lembra luta contra o machismo

Mariah Carey - Frazer Harrison/Getty Images
Mariah Carey Imagem: Frazer Harrison/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

14/10/2019 12h34

Mariah Carey fez um discurso firme durante o Variety's Power of Woman, evento realizado na última semana, nos Estados Unidos. A cantora relembrou a batalha contra o machismo e como foi forçada a ser "maleável" nos primeiros anos de carreira.

"Eu tinha 18 anos quando assinei meu primeiro contrato com gravadora", disse. "Muitos homens poderosos controlaram minha carreira, o que eu vestia, com quem eu trabalhava e cada aspecto da minha imagem. Acredite, isso pode ser muito intimidador para uma garota jovem que estava apenas no começo, tentando se expressar artisticamente."

De acordo com a cantora, apenas o tempo foi dando a força necessária para que ela começasse a se libertar do controle masculino.

"Eu trabalhei duro, ganhei força e passei a acreditar em mim, mas foi lentamente que eu conquistei a coragem para emergir desse controle. Nós amamos homens, mas você sabe, eles nunca vão realmente entender a essência do que eu sou", continuou.

Mariah também disse que, como mãe, já sabe as dificuldades que cada filho vai enfrentar por serem de sexos diferentes.

"Como mãe de um menino e uma menina, eu entendi que minha filha vai passar por situações diferentes do que o menino. Eu vou fazer o meu melhor para preparar ela", afirmou.

Por último, a cantora agradeceu a presença de todas as mulheres que participaram do evento, principalmente as que lutam diariamente contra uma sociedade misógina.

"Eu queria agradecer todas as mulheres nesta sala. E todas as mulheres que apresentaram suas verdades, suas experiências angustiantes e, acima de tudo, seus triunfos sobre essa sociedade misógina de burros corporativos com os quais lidamos todos os dias", disse.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Direitos da mulher