Topo

Relacionamentos

Rolou com Thiaguinho e Fernanda: como saber se seu casamento virou amizade?

Fernanda Souza e Thiaguinho terminaram a relação. "Se transformou em amizade", disseram. - Reprodução / Instagram
Fernanda Souza e Thiaguinho terminaram a relação. "Se transformou em amizade", disseram. Imagem: Reprodução / Instagram

Ana Bardella

De Universa

14/10/2019 18h42

Um dos casais mais queridos do Brasil anunciou hoje o rompimento: depois de 8 anos de relacionamento, Fernanda Souza e Thiaguinho usaram as redes sociais para anunciar que não estão mais casados. No texto compartilhado pelos dois, os artistas explicam: "O motivo da decisão é que percebemos que nossa relação se transformou em uma linda amizade. No nosso caso, foi um processo natural, com muita maturidade e amor".

Eles pedem ainda para que o público respeite as dores de ambos e garantem que o término aconteceu em paz. "Não estranhem se nos encontrarem um na companhia do outro daqui pra frente", disseram.

Ellen Moraes Senra, psicóloga e especialista em terapia cognitivo comportamental, explica que muitos casais, em especial aqueles que estão há muito tempo juntos, podem passar pela mesma situação. "Em todo relacionamento deve existir amizade. Mas se a convivência se limita a isso, é difícil manter o namoro ou casamento", completa. A seguir a profissional explica como reconhecer se a união chegou a este ponto:

Sinais de que esfriou

A paixão de início de namoro tende a acabar. Com isso, existe também a possibilidade de não priorizar mais os assuntos relacionados ao parceiro. "Se antes o tempo para namorar era indispensável, agora outros aspectos da vida, como o trabalho ou os filhos, podem se tornar mais importantes", detalha. Outro sinal está relacionado ao desejo: "Muitas vezes as pessoas se percebem mais empolgadas para conversar do que para abraçar, beijar ou ter algum contato físico", diz. Nos casos em que o desinteresse está alto, também pode acontecer de ambos passarem dias sem se falar, mas isso não parece ser um problema.

Virou amizade mesmo?

Se a dúvida surgir, a indicação da especialista é fazer uma autoavaliação. "Caso perceba que está se distanciando, o ideal é refletir se sente saudade de como as coisas eram antes. Esta é a chave para decidir se vale a pena encerrar o relacionamento ou se é possível fazer transformações e voltar a se conectar com o outro", aconselha.

Segundo a profissional, para evitar que a pessoa se magoe, o melhor é resolver a questão internamente antes de abrir o jogo. "Espere até que os pensamentos estejam claros. Depois, dialogue sobre o que sente e pergunte ao outro como ele enxerga a situação", orienta. Se ainda existir a vontade de ambos de estarem juntos, é possível estabelecer combinados, como reservar um dia da semana para saírem ou ficarem sozinhos, a fim de resgatar a conexão. "A terapia de casal também pode ajudar", relembra.

Em compensação, se não existem mais formas de reverter o quadro, é possível, como os artistas, colocar um ponto final sem muitos conflitos. "Logo após o término, pode ser difícil conviver diretamente com o parceiro. Muitas vezes, o distanciamento é necessário para curar as feridas emocionais. No entanto, se existe a vontade de ambos, é possível, com o tempo, estabelecer uma relação pacífica e amigável mesmo depois de encerrar a união", finaliza.

Relacionamentos