Topo

Mães e filhos


Mães e filhos

Mãe de 1ª viagem, Isis Valverde diz que "maternidade não é conto de fadas"

Isis Valverde, André Resende e Rael (Foto: Reprodução/ Instagram) - Isis Valverde, André Resende e Rael (Foto: Reprodução/ Instagram)
Isis Valverde, André Resende e Rael (Foto: Reprodução/ Instagram) Imagem: Isis Valverde, André Resende e Rael (Foto: Reprodução/ Instagram)

Do UOL, em São Paulo

04/10/2019 16h45

Mãe do pequeno Rael, de 11 meses, fruto do relacionamento com o modelo André Resende, Isis Valverde avaliou a maternidade como algo "transformador", mas também "dolorido".

Em entrevista à revista "Quem", publicada na manhã de hoje, a atriz contou que já precisou dar de mamar com febre e até mesmo gelo na cabeça, mas que, mesmo após esse tipo de perrengue, se emociona ao ver o filho saudável e engatinhando.

"Ele mamou até os seis meses no peito exclusivamente. Fiquei doente, dava de mamar com febre e com gelo na cabeça. Tive uma rede de apoio linda, mas foi bem intenso! Além disso, tinha as fraldas, o bebê que chorava, as noites mal dormidas, a dor da barriga, que ainda estava se encontrando, sangramentos fortes... Mas apesar de tudo isso, a todo momento, olhava para o meu filho e chorava de emoção por ele ser tão perfeito e saudável. Não tenho mais nada para reclamar. Hoje, vendo meu filho falando 'mamãe' e engatinhando, eu olho para trás e penso: 'Foi tudo tranquilo e abençoado'. Me emociono", disse ela.

Questionada pela publicação sobre o que nunca ninguém contou sobre a maternidade, e o que ela acha que as mulheres precisam saber, Isis respondeu.

"Que a maternidade não é um conto de fadas. Esse romantismo em torno da maternidade não existe. Depois que nasce, tem aquele período do puerpério, em que você acha que a vida acabou, chora, pensa que não vai dar conta, se sente culpada e pensa que não pode se sentir assim porque a maternidade é aquilo que vendem, da mulher linda na gestação, acordando sem olheiras, com o filho limpinho te esperando. A maternidade é pauleira! Mas existe, sim, a beleza de olhar para o seu filho e pensar: 'fui eu quem fiz'. É muito mágico quando ele olha no seu olho e interage com você", avaliou.

"O André quer três filhos. Quando nasceu o Rael, pensei: 'já vou fechar a porta'. A gravidez aconteceu muito rápido. Agora nem consigo pensar em mais filhos. Só penso em criar o filho que já existe", afirmou ela, sob gargalhadas.

Longe das novelas desde 2017, quando interpretou Ritinha em "A Força do Querer", Isis Valverde se prepara agora para voltar a tela interpretando a enfermeira Betina, em "Amor de Mãe", próxima das nove.

"Aprendi a manipular pessoas debilitadas, pacientes em coma induzido, a fazer soro, botar garrote, cateter, fazer a infusão de medicamentos no soro, como falar com um paciente, o tom para fazer o protocolo... Mas ainda não posso ver sangue na minha frente que desmaio. Quase desmaiei várias vezes durante esse laboratório [para a personagem]", disse a atriz à publicação.

Mais Mães e filhos