Topo

Diversidade


Não é "confusão" nem "fase": Web celebra o Dia da Visibilidade Bissexual

Pessoas protestam com anBi, uma organização bissexual, com a bandeira bissexual na Parada do Orgulho Gay em Los Angeles - Getty Images
Pessoas protestam com anBi, uma organização bissexual, com a bandeira bissexual na Parada do Orgulho Gay em Los Angeles Imagem: Getty Images

De Universa, em São Paulo

23/09/2019 13h57

O dia 23 de setembro marca o Dia da Visibilidade Bissexual ao redor do mundo, e o Twitter não deixou essa passar. A hashtag #BiVisibilityDay foi parar no topo dos Trending Topics, os assuntos mais comentados da rede social.

O estabelecimento do Dia da Visibilidade Bissexual ocorreu em 1999, quanto ativistas norte-americanos como Wendy Curry, Michael Page e Gigi Raven Wilbur identificaram a necessidade de uma comemoração específica para a comunidade bi.

Vinte anos depois do começo das celebrações, o Dia da Visibilidade Bissexual de 2019 foi marcado com muito orgulho pelos internautas, que frisaram que a bissexualidade não é "uma fase" e nem coisa de quem está "confuso".

Também teve quem preferisse comemorar dando espaço para os seus personagens bissexuais preferidos da ficção, como Brittany (Glee) e Clarke (The 100). Sobrou também para celebridades que representam, como a atriz Stephanie Beatriz (Brooklyn Nine-Nine).

É claro que, por se tratar da internet, também não faltou bom humor nas comemorações. Afinal, o B de LGBTQ+ é do quê?

Mas como o dia é de "visibilidade", o que mais rolou nas redes sociais foi mesmo a postagem de testemunhos pessoais, de preferência com fotos, para que ninguém mais se sinta invisível ou invalidado em sua sexualidade.

Mais Diversidade