Topo

Nicki Minaj diz que já viveu relacionamentos abusivos e dá conselhos

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL

Em São Paulo

02/09/2019 10h28

A cantora Nicki Minaj resolveu abrir o jogo sobre os relacionamentos abusivos que já viveu e de como achava tudo isso normal por ter crescido em uma casa onde os pais brigavam constantemente.

Em seu perfil no Twitter, ela deu dicas de como as mulheres podem perceber que estão em um relacionamento abusivo e de como ela aprendeu a reconhecê-los e a sair deles.

"Quando você vir uma mulher em uma relação tóxica, em vez de rir e dizer coisas más, tente oferecer bons conselhos e torcer para que ela aprenda o seu valor", postou a cantora no primeiro de 5 tuítes sobre o tema.

Depois, ela continuou dizendo que "um homem que te ama não: te humilha nas redes sociais, bate em você, trai você, te chama de outro nome/ te coloca em uma posição menor devido às inseguranças dele ou esconde seu telefone, senhas e paradeiro".

Nick contou que pensava que "o amor tinha que doer". "Um homem deve fazer você se sentir segura, não com medo", disse ela. "Eu me lembro de ter tanto medo de falar porque eu nunca sabia quando uma pessoa estaria em um humor particular e eu poderia dizer uma coisa errada que faça ele me bater. Portanto, a diferença que você vê em mim agora é o sentimento de uma mulher que se sente elevada, segura, apreciada e amada incondicionalmente".

Atualmente, Nicki namora Kenneth Petty e já circularam boatos de que os dois haviam se casado, o que não foi confirmado. Petty já foi preso por conta de uma agressão contra uma ex-namorada. Nicki já comentou sobre o caso no Twitter, pois muitos fãs questionaram a relação.

"Ele tinha 15, ela tinha 16... em um relacionamento. Vocês não podem comandar minha vida. Vocês não podem nem controlara vida de vocês. Obrigada...", postou ela antes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Direitos da mulher