Topo

Mães e filhos

Negra Li lembra aborto espontâneo: "É difícil, na hora me senti um alien"

Negra Li com a apresentadora do "Ritmo Brasil" Faa Morena - Divulgação/RedeTV
Negra Li com a apresentadora do "Ritmo Brasil" Faa Morena Imagem: Divulgação/RedeTV

Do UOL

22/08/2019 10h21

Em participação no programa "Ritmo Brasil", da RedeTV, a cantora Negra Li falou abertamente sobre o aborto espontâneo que sofreu entre a gestação dos dois filhos, Sofia, de 9 anos, e Noah, de 2.

A perda aconteceu na sexta semana da gravidez, algum tempo antes de anunciar que estava grávida do caçula.

"Foi uma experiência louca. Depois eu vi que é muito comum, acontece, mas na hora a gente se sente um alien. Pensa 'meu Deus, perdi um filho'. É difícil e dá um vazio, mas me descobri uma mulher muito forte", contou, na gravação do programa que vai ao ar na noite de sábado (24).

Em conversa com a apresentadora Faa Morena, Negra Li falou sobre o processo de superação e aconselhou outras mulheres que passam pela mesma situação.

"Busquei força em mim e em Deus. Cada um lida com o problema de uma forma. Quando você encara com serenidade, paz e se perdoa, o futuro chega com um presente", falou, se referindo ao filho Noah, que nasceu pouco depois.

Depois de ser mãe, muita coisa mudou na personalidade da cantora.

"Sou uma pessoa muito mais medrosa", disse. "Antes eu voltava da balada tarde, andava na rua de madrugada, sentia que eu nunca ia morrer. Agora, se algo se aproxima do meu carro, mesmo de dia, fico alerta. Puro medo de não voltar para casa, de deixar meus dois tesouros".

Sofia e Noah são frutos do relacionamento de Negra Li com o músico Junior Dread, com quem está casada há 11 anos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mães e filhos