Topo

Cantora do Batidão do Melody é assediada durante show no Maranhão

Maurício Dehò

De Universa

14/08/2019 08h16

A cantora do grupo Batidão do Melody, Thaciane Pantoja, sofreu assédio enquanto estava no palco, em um show no Maranhão. Um vídeo a mostra tirando fotos com o público, quando uma pessoa tenta tocar em suas partes íntimas.

O grupo de tecnomelody - que mistura música eletrônica, pop e elementos de gêneros locais - estava se apresentando em Bela Vista (MA), quando o fato ocorreu.

No vídeo, é possível ouvir Thaciane revoltada com o assédio e tentando agredi-lo: "FDP. Me respeita, não pega na minha buceta, c...".

Um comunicado oficial foi divulgado no Instagram da banda, criada em 2008, em Belém (PA):

"No início do show, a cantora Thaciane Pantoja, estava batendo foto com o público, que estava na frente do palco, quando foi surpreendida por [um] homem, que pegou em suas partes íntimas. A cantora, em reação ao assédio sofrido, acabou reagindo contra o agressor, por desrespeitar o trabalho artístico da mesma e por desrespeitá-la como mulher", diz a nota, que ressalta que assédio sexual é crime.

Ainda no post, Thaciane declara: "Respeito é bom e todo mundo gosta".

Segundo a assessoria de imprensa do Batidão do Melody, "no momento do ocorrido os seguranças do local foram atrás do agressor, mas por ser um local aberto, os amigos do homem o retiraram do local, muito rápido. O advogado do cantora está tomando as devidas providências para identificar o homem que cometeu o assédio".

Não houve registro de boletim de ocorrência. "A Thaciane ficou muito chateada com ocorrido e acabou que depois de o show acabamos retornado para Belém. Por não estarmos em nossa cidade, ficamos com medo de uma possível retaliação dos amigos do homem", completou a assessoria.

Nos comentários, muitos seguidores defenderam a cantora: "Rainha, fada sem defeitos, botou o embuste no lugar... Só faltou fazer ele engolir o salto dela", disse uma pessoa. "Me solidarizo com você. Sinto muito pelo que você passou. Nenhuma mulher merece ser tocada sem permissão", afirmou outra seguidora.

Mais Violência contra a mulher