Topo

Mães e filhos

Cauã Reymond sobre filho com Mariana Goldfarb: "Vai acontecer naturalmente"

Cauã Reymond  - Leo Franco/AgNews
Cauã Reymond Imagem: Leo Franco/AgNews

Carolina Martins

Colaboração para Universa

08/08/2019 11h53

Cauã Reymond, recém-casado com Marina Goldfarb e pai de Sofia, de 7 anos, conversou com Universa sobre a criação da filha durante evento da Vivara, na noite de quarta-feira (7), em São Paulo. Ele conta como equilibra o tempo entre o trabalho e as atividades com a menina e diz que ela pede um irmãozinho.

"Eu falo pra ela que irá acontecer naturalmente. Ela tem muitas amiguinhas e a nossa casa tem muita criança. No quarto dela, tem duas beliches, de tantas amiguinhas que frequentam a nossa casa. É bem gostoso", conta.

O ator diz como lida com o estágio atual de desenvolvimento da filha. "Eu estou na fase de fazer a Sophia dormir sozinha e não ter medo de monstro. É difícil isso." O uso do celular também é uma questão para ambos e Cauã tem alternativas para driblar a tecnologia.

"Lá em casa não tem tablet e eu deixo ela esconder meu celular. Tomo esporro dela, mas aviso quando é uma coisa importante de trabalho e preciso do celular. Depois ela pega e esconde. Eu faço o mesmo com ela. Ela tem celular porque vem de uma casa para a outra, então eu seguro o celular. Tento estimulá-la: quando ela não sabe o que fazer, tem que inventar e aceitar que de vez em quando não tem muita coisa para fazer mesmo. A imaginação é muito importante", acredita.

Sofia, segundo o ator, lida bem com o fato de ter duas casas e também com a agenda atribulada dos pais famosos.

"Pelo fato de eu ter a guarda compartilhada, ela entende bem quando o papai ou a mamãe estão trabalhando. Ela lida bem com isso. Levo minha filha à natação, busco na escola... organizo a minha agenda para poder ser um pai mais presente. Na verdade não é só bom pra ela, mas pra mim também", diz. "Sou pai que quer estar presente, participativo. A mudança em como a mulher está se colocando faz o homem se colocar em outro lugar. Que é um lugar bom não só para ambos, mas também para as crianças", analisa.

Cauã não deixou de falar sobre a transformação e mudança que vê em relação à igualdade de gênero também na profissão. "Essa transformação ainda está acontecendo, principalmente na minha profissão. Vejo as minhas colegas falando sobre isso e acredito na igualdade. É muito importante o homem e a mulher ganharem a mesma coisa. Tem companheiras que ganham mais do que eu. Acho que a Glória Pires ganha mais do que todo mundo", disse, aos risos.

Mais Mães e filhos