Topo

Elas se conheceram em um SPA e, hoje, faturam juntas R$ 12 mi ao ano

Marcela Gattaz e Karla Nadir: a empresa fatura muito - Arquivo pessoal
Marcela Gattaz e Karla Nadir: a empresa fatura muito Imagem: Arquivo pessoal

Marcelo Testoni

Colaboração para Universa

01/08/2019 04h00

A paulista Karla Nadir, hoje com 40 anos, chegou a pesar quase 130 quilos aos 23 anos de idade e, temendo pela própria vida, decidiu fazer uma cirurgia bariátrica em 2002.

"Queria emagrecer não somente pela aparência. Sentia-me indisposta, minha saúde estava alterada e eu tinha que fazer alguma coisa, já que as dietas tradicionais não funcionavam", revela.

Com o procedimento, feito pelo método Capella, Karla conseguiu perder 50 quilos.

Karla antes de ir ao spa e depois: ela chegou a pesar 130 kg - Arquivo pessoal
Karla antes de ir ao spa e depois: ela chegou a pesar 130 kg
Imagem: Arquivo pessoal

Porém, alguns anos depois, por conta de complicações de saúde relacionadas com o anel, que é colocado no estômago para afunilar a passagem da comida e manter a sensação de barriga cheia, ela precisou reverter a bariátrica, o que fez com que voltasse a engordar novamente.

De paciente à amiga e sócia

Karla, no entanto, não desistiu de sua saúde e resolveu se internar em um SPA, em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Lá conheceu a nutricionista Marcela Gattaz, hoje com 35 anos, e que, na época, ao se deparar com o caso de Karla, lhe prescreveu uma dieta alimentar que lhe fez emagrecer, de maneira natural e saudável, 25 quilos logo nos três primeiros meses.

Desse acompanhamento também nasceu uma amizade entre as duas e, durante conversas, médica e paciente concordaram que manter em casa uma dieta de SPA era uma muito difícil pela falta de opções de comida nutritiva e saborosa existentes no mercado, sobretudo de delivery. "Eu precisava manter meu peso e sabia que milhares de pessoas sofriam do mesmo problema, porque comida de dieta normalmente não tem gosto e enjoa fácil", explica Karla.

Atentas a todos os paladares

Formada em relações públicas, Karla então propôs uma parceria com Marcela, que trabalhava no SPA há oito anos e, em 2014, fundaram a rede Light Food Way, especializada em alimentação saudável. O negócio nasceu dentro do próprio SPA, que serviu de laboratório para que testassem suas receitas com os pacientes, antes de lançá-las efetivamente no mercado. Depois, investiram juntas R$ 30 mil em economias pessoais para formalizar um ponto comercial e, no ano seguinte, mais R$ 50 mil que tiraram de seu faturamento para transformar a empresa em franqueadora. Hoje, contam com 30 franquias em seis estados brasileiros.

Para conquistar todo tipo de cliente, o cardápio proposto pela rede inclui 60 opções de pratos naturais, livres de conservantes e que podem ser congelados. Também acessíveis, custam entre R$ 12 e R$ 28 e podem ser entregues em casa ou retirados presencialmente nas lojas. São oferecidos ainda produtos diet, light, sem glúten e lactose, a granel, molhos e temperos. "Tudo é feito para se ter uma verdadeira experiência gastronômica, de maneira saudável e natural", conta Marcela, afirmando que a rede ainda cumpre requisitos para atender a hospitais.

Além disso, segundo suas proprietárias, a Light Food Way também se comprometeu com a preservação do planeta. Entre suas iniciativas, exige que seus franqueados façam parcerias com cooperativas de reciclagem, oferece descontos para clientes que devolvem embalagens higienizadas e investe em novas versões, recicláveis e livres de BPA, uma substância utilizada na produção de plásticos e que pode ser perigosa à saúde.

Exemplo de superação e esforço

Apesar das conquistas, desafios também estiveram presentes na trajetória da empresa. Karla, por exemplo, explica que para ela o maior de todos foi vencer a falta de autoconfiança, que quase a fez desistir de seguir pelo caminho do empreendedorismo. Ela conta que também teve de mudar seu estilo de vida para poder assumir o lema "comer bem, para viver bem", que é a proposta de negócio e, atualmente, pesa 75 quilos, mantidos com sua própria dieta alimentar.

Tem funcionado. Sua rede atingiu um faturamento que gira em torno de R$ 12 milhões ao ano e a meta é finalizar 2019 com 50 franquias. "Temos a missão de massificar a oportunidade de uma vida saudável ao grande público com novos conceitos de sabor, qualidade e sustentabilidade, através de unidades padronizadas para o bom atendimento e aperfeiçoamento de serviços", conclui.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mapa da mina