Topo

Transforma

Mulheres protagonizam um mundo em evolução


Há 38 anos, Diana mudava a história dos casamentos reais com o feminismo

Terry Fincher/Princess Diana Archive/Getty Images
Imagem: Terry Fincher/Princess Diana Archive/Getty Images

De Universa

29/07/2019 14h56

Princesa Diana continua a deixar seu legado até hoje, principalmente nesta segunda-feira (29), que marca os 38 anos do seu casamento com príncipe Charles, realizado no dia 29 de julho de 1981.

Foi neste dia, que a mãe de William e Harry deixava claro que estava determinada a se tornar um ícone para as mulheres que viriam a sua frente, tais como Kate Middleton e Meghan Markle.

Diana foi a primeira mulher a omitir a palavra "obedecer" dos votos na cerimônia, ou seja, rompeu com a tradição não só da família real, como de toda a sociedade na época.

Jornal que estampava a matéria: "Lady Diana não obedecerá a Charles" - Reprodução/The New York Times
Jornal que estampava a matéria: "Lady Diana não obedecerá a Charles"
Imagem: Reprodução/The New York Times

A atitude da princesa foi considerada uma "ruptura do precedente real", noticiada inclusive pelo jornal "The New York Times" na época: "Lady Diana Spencer decidiu que ela não prometerá, em seu casamento que acontecerá em quatro semanas, obedecer ao príncipe Charles".

Embora algumas mulheres tenham retomado a decisão de incluir a "obediência" nos votos, Markle e Middleton, assim como Diana, não usaram a palavra na hora do "sim".

Relembre as principais quebras de protocolo da família real:

Transforma