Topo

Pabllo Vittar relembra homofobia: "Sofri muito na infância só por ser eu"

Pabllo Vittar (Reprodução/Instagram)
Imagem: Pabllo Vittar (Reprodução/Instagram)

De Universa

23/07/2019 16h59

Pabllo Vittar está mais internacional do que nunca e, em entrevista à "Refinery29", relembrou a infância e o que fez dela uma das cantoras mais populares e bem-sucedidas no Brasil.

No bate-papo, a drag falou sobre como o contato com a maquiagem foi um divisor de águas para que ela pudesse se comunicar artisticamente.

"Phabullo Rodrigues é o menino, e eu sou a Pabllo Vittar. A maquiagem é uma linha que divide duas pessoas. Eu me sinto muito empoderada sempre que uso make, mesmo se for uma máscara básica", opina.

A jornada para se tornar a artista que é hoje, com 8 milhões de seguidores no Instagram, não foi fácil para ela, principalmente durante sua infância.

"Quando eu era criança, eu sofri muito só por ser eu mesma", relembra, citando o apoio da mãe como seu alicerce principal. "A indústria pode ser muito machista, mas está na hora de quebrar essas barreiras. Os homens estão mudando seus cabelos, cuidando de suas peles, e colocando acessórios. Eu acho que isso é incrível. Você tem que fazer o que quiser".

Diversidade