Topo

Noiva inglesa usa vestido de casamento comprado por R$ 164 em brechó

Cat Wilkinson com seu vestido de noiva que comprou em um brechó de York, Inglaterra - Arquivo Pessoal
Cat Wilkinson com seu vestido de noiva que comprou em um brechó de York, Inglaterra Imagem: Arquivo Pessoal

Da Universa, em São Paulo

13/07/2019 11h30

Enquanto algumas mulheres têm dificuldades em encontrar o vestido de noiva ideal, outras acabam sendo criativas ou dando muita sorte, como aconteceu com a acadêmica Cat Wilkinson, de Liverpool, Inglaterra.

Um dia depois que seu namorado de cinco anos e meio, Mike, fez o pedido de casamento, ele a levou para passear na cidade de York. Durante o passeio, eles encontraram um brechó e decidiram ver o que tinha por lá. Cat foi ao andar de cima da loja e encontrou uma peça que chamou sua atenção. Para que Mike não visse o que era, ela ligou para ele e pediu que esperasse. A peça era um vestido de noiva que estava em perfeito estado e que Cat nunca imaginou que fosse dar tão certo.

"Sempre falei para minha irmã e meus amigos que o vestido de casamento dos meus sonhos tinha que ter mangas compridas e um decote alto. Minha principal razão para experimentar o vestido foi para ter certeza se o que eu tinha em mente por tanto tempo estava certo, e estava!", diz Cat em entrevista ao "Metro". "Eu e a senhora que trabalhava na loja não conseguíamos acreditar que o vestido servia perfeitamente, era como se fosse o destino". E o melhor de tudo: o vestido custava apenas 35 libras (R$ 164).

Ela pediu para que a vendedora tirasse uma foto dela vestindo a peça para que sua mãe e irmã aprovassem. Dito e feito: com a aprovação (e a alegria de saber que o vestido era tão barato), Cat fechou negócio. "Fiquei tão feliz, não conseguia acreditar que tinha encontrado o meu vestido de noiva um dia depois de ter sido pedida em casamento".

Cat Wilkinson e seu marido, Mike: ela encontrou o vestido perfeito um dia depois de noivar - Arquivo Pessoal
Cat Wilkinson e seu marido, Mike: ela encontrou o vestido perfeito um dia depois de noivar
Imagem: Arquivo Pessoal

Apesar de não precisar de alterações, ela levou a peça a um ateliê vintage de vestidos de noiva para pedir pequenos ajustes como substituir o zíper na parte de trás por botões, acrescentar um fecho nas mangas e mudar um arranjo floral de lugar. No ateliê, ela descobriu que o vestido tinha uma história ainda mais encantadora.

"Descobri que o vestido é de 1950, feito em casa em vez de uma loja de noivas, e os enfeites de flores são mais antigos ainda -- o que significa que eles provavelmente foram passados para frente por um parente mais velho", contou em seu Facebook.

Ao "Metro", ela diz que descobrir a história da criação do vestido a fez amá-lo ainda mais. "Eu adoraria encontrar a pessoa que doou o vestido para o brechó em York, para mostrar as fotos do dia do meu casamento".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Casamento