Topo

Stalkeadas

Um olhar diferente sobre o que bomba nas redes sociais


Em quem seu cachorro teria votado nas eleições 2018, Bolsonaro ou Haddad?

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Gustavo Frank

Da Universa

10/07/2019 13h08

As eleições de 2018 obviamente já acabaram. Motivou brigas na família, discussões nas redes sociais e a consequentemente na vitória de Jair Bolsonaro no segundo turno, que disputava o cargo presidencial com Fernando Haddad. Mas imagina agora: e se seu cachorro pudesse ir até as urnas eletrônicas e digitar o seu voto? Em quem ele votaria?

Foi o que propôs Bruno Couto no Twitter. Com o nobre título de "especialista em psicologia canina", o gaúcho publicou um tuite, que viralizou na rede social com mais de 80 mil curtidas, explicando a possível escolha para cada uma das raças de cachorros.

"Começou um dia quando eu tava lembrando da minha infância e como o Satã, o pinscher da minha vizinha, me perseguia quando eu tava jogando bola na rua, aí fiquei pensando... Se o Satã fosse humano ele certamente votaria no Bolsonaro", contou Bruno a Universa. "Aí surgiu a ideia da minha cabeça mesmo, sou meio perturbado (risos)".

Agora vamos aos fatos. Sempre lembrando que o voto é secreto e não poderia ser influenciado pelo dono.

Primeiro, o Pinscher. Separada por dois grupos: os que amam e os que odeiam:

O Lulu da Pomerânia, que está avaliando o dólar para ir até a Disney:

O vira-lata caramelo que vive dando um rolê na rua da sua casa:

O Collie, conhecido também como a classe média descontruída:

O Pastor Alemão, que só o nome já diz muito:

O Labrador, o cão nacionalista:

O Golden, estudante de administração da PUC:

O Cocker Spaniel com suas prioridades:

O Pug, dividido pela opinião dos amigos:

O Pitbull, companheiro de discussões políticas do Pastor Alemão:

O Beagle que não perde a oportunidade de latir "Lula Livre" quando tem a oportunidade:

O Shitzu, que reconhece os seus privilégios:

Lembrete: nunca julgue um Poodle pelo seu estereótipo:

O Boxer, o tio sindicalista da família:

O Salsicha, sempre pensando longinquamente, vide o seu comprimento:

O Chihuahua, o que vive mandando fake news no grupo da família:

O Chow-Chow, que vendeu brigadeiros gourmets na infância:

O Yorkswhire, a versão canina da Barbie Fascista:

O Dálmata, liberal clássico:

O São Bernardo, sempre muito nostálgico:

"Se meus pelos são macios e penteados foi porque eu mereci", diria o Maltês:

O Fox Paulistinha, esquecido que só ele:

E por último, mas não menos importante: os gatos:

Seu cachorro teria votado no Haddad ou Bolsonaro no segundo turno?

Resultado parcial

Total de 221 votos
70,59%
29,41%
Total de 221 votos

Mais Stalkeadas