PUBLICIDADE

Topo

Transforma

Mulheres protagonizam um mundo em evolução


Kim Kardashian fala de apropriação cultural: "Tínhamos melhores intenções"

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Da Universa

08/07/2019 11h45

Após toda a polêmica envolvendo a sua nova marca de modeladores, que inicialmente se chamaria "Kimono", Kim Kardashian mostrou seu posicionamento em relação a insatisfação dos japoneses, que a acusaram de apropriação cultural.

Em entrevista à revista "WSJ", a empresária afirmou que sua intenção era "inocente" e ficou extremamente arrependida após a repercussão negativa.

"As pessoas devem pensar que deveríamos pensar um pouco mais profundamente no assunto. Eu fui a primeira pessoa a dizer: 'ok, não acredito que não pensamos niso'. Mas estamos dispostos a ouvir, eu realmente quero isso. Quero entender", afirmou.

Kim disse ainda que estava no Japão, acompanhada do marido, Kanye West, quando o assunto ganhou as redes sociais e noticiários.

"Eu estava lá quando tudo isso aconteceu. É um lugar que amamos e frequentamos, além de todo o respeito que temos", complementou ela.

Em suas redes sociais, a socialite já comunicou que mudará o nome da marca: "Estou sempre ouvindo, aprendendo e crescendo - adoro a paixão e variedade de perspectivas que as pessoas trazem para mim. Quando anunciei o nome da minha linha de modeladores, fiz com as melhores intenções. Minhas marcas e produtos são construídos com inclusão e diversidade e, após reflexão e considerações cuidadosas, estarei lançando essa novidade sob um novo. Entrarei em contato brevemente. Obrigada a todos pela compreensão e apoio sempre".

Transforma