Topo

Noivo simula morte ao pedir amada em casamento no AM: "Nunca vou esquecer"

Mariana Gonzalez

Da Universa

01/07/2019 17h22

Resumo da notícia

  • Kessy Honi Sarmento, de 25 anos, decidiu pregar uma peça na namorada, Klissia, e fingir que havia sofrido um acidente antes de pedi-la em casamento
  • O caso aconteceu no último sábado (29), na cidade de Iranduba, interior do Amazonas
  • A Universa, a noiva de 21 anos disse que o susto foi tão grande que nem deu tempo de ficar brava com o namorado: "O alívio foi maior"

Na hora de surpreender a pessoa amada com um pedido de casamento, o que vale é a criatividade: já houve quem tenha feito isso rodeado de cachorros, no meio do show das Spice Girls e até simulando uma prisão.

Mas no sábado (29), o jovem apaixonado Kessy Honi Sarmento, de 25 anos, decidiu ir ainda mais longe e literalmente fingir que estava morto para pegar a namorada Klissia Rodrigues, de 21, de surpresa.

O casal de autônomos está junto há cinco anos e vive com o filho, Kaleb Pietro, de 1 ano, na cidade de Iranduba, a 40 quilômetros de Manaus (AM).

Para garantir uma atuação perfeita, Kessy contou com a ajuda das irmãs e do melhor amigo, Alex, que levou a garota até uma estrada, onde ele esperava deitado ao lado da moto e coberto com um tecido preto, como se tivesse morrido em um acidente.

"Nas imagens parece que foi tudo muito tudo rápido, mas na minha cabeça pareceu uma eternidade", lembra. "Não conseguia parar de tremer pensando que tinha perdido o amor da minha vida", conta Klissia a Universa.

No vídeo, a jovem aparece gritando e chega a ser segurada por Alex para não cair no chão. A cena foi compartilhada no domingo (30) por Kessy no Facebook e já foi vista quase 7 milhões de vezes. Nos comentários, as opiniões são as mais variadas: alguns amaram a brincadeira, mas teve quem marcou a pessoa amada e garantiu: "se você fizer comigo, vai ver".

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Klissia, contou que o susto foi tão grande que não deu tempo de ficar brava com o namorado. "Deu raiva sim, claro, mas depois de sentir aquela sensação horrível, o alívio por ser só uma brincadeira foi maior. Na hora eu só consegui chamar ele de idiota e abraçá-lo, dando graças a Deus", contou.

"Nunca fomos um casal normal"

Ao falar sobre o momento nas redes sociais, Kessy escreveu: "Nunca fomos um casal normal e meu pedido de casamento não poderia ser diferente".

De fato: Klissia contou a Universa que ela vive "trolando" o futuro marido, dando sustos contando que a casa está pegando fogo ou que eles estavam sendo assaltados, por exemplo.

"Eu sempre faço esse tipo de coisa, dar susto ou preparar uma surpresa mais romântica, mas ele é mais paradão, nunca foi de fazer essas brincadeiras", disse. "E depois de cinco anos e um filho, não achei que ele fosse fazer o pedido. Estou muito feliz, nunca vou esquecer esse dia".

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Kessy contou à noiva que a aliança já estava comprada havia um tempo, mas que ele planejou a surpresa em poucas horas. Segundo Klissia, os amigos quiseram fazer com que ele mudasse de ideia, com medo que ela passasse mal quando visse a cena, "mas ele botou isso na cabeça e não quis saber".

No dia do "acidente", o casal teve uma briga corriqueira -- agora, depois do susto, Klissia jura que nunca mais deixa Kessy sair sem fazer as pazes depois de uma discussão. "Quantas pessoas não têm a sorte de ser só uma brincadeira?", reflete.

A festa de casamento ainda não tem data para acontecer: o casal era dono de uma lanchonete, mas o negócio faliu e agora ela vende roupas na internet para manter a família. "Quando der, a gente faz".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Casamento