Topo

Fofuras


Mãe achou que filho autista incomodaria em voo, mas ele fez amizade

Landon Bjorson tem 7 anos e é autista - Reprodução/Facebook/Alexa Bjornson
Landon Bjorson tem 7 anos e é autista Imagem: Reprodução/Facebook/Alexa Bjornson

Da Universa

01/07/2019 13h03

Landon Bjornson, de 7 anos, tem autismo e viajou sozinho de avião para visitar o pai. Apesar de a mãe, Alexa Bjornson, ter ficado preocupada, tudo ficou bem: o garoto sentou ao lado de um rapaz que acabou se tornando um amigo durante o percurso.

Para crianças com autismo, realizar algumas atividades sem companhia pode ser complicado -- e foi exatamente isso que deixou Alexa aflita ao permitir que Landon viajasse sozinho. Na tentativa de zelar pelo bem-estar do menino, a mãe escreveu um bilhete e pediu que ele o entregasse ao passageiro que estivesse sentado ao seu lado. Ben Pedraza foi quem recebeu a mensagem.

"Pensei como faria para que quem quer que estivesse ao lado dele não o olhasse como um fardo, mas com a intenção de ajudá-lo a enfrentar mais um dia", declarou Alexa a KATU, afiliada da CNN.

O recado, que explicava a situação de Landon e avisava que o menino poderia perguntar com frequência "já chegamos?", foi enviado junto com dez dólares para que a pessoa sentada ao seu lado o ajudasse a se sentir confortável e seguro. No entanto, Pedraza acompanhou Landon com prazer e preferiu doar o dinheiro a Autism Society of America (Sociedade de Autismo da América), uma organização que oferece educação, informações e apoio a comunidade americana que tem a condição.

"Ele realmente perguntou onde estávamos muitas vezes, mas ele é um ótimo parceiro de viagem. Nós nos divertimos e jogamos algumas rodadas de pedra-papel-tesoura. Ele é um bom garoto e você é uma mãe de sorte", escreveu Pedraza em resposta a Alexa. Veja abaixo: