Topo

Diversidade


Entenda a diferença entre sexo biológico, gênero e orientação sexual

Por muito tempo, pessoas usavam "gênero" como sinônimo de "sexo", o que é errado; entenda - Getty Images/iStockphoto
Por muito tempo, pessoas usavam "gênero" como sinônimo de "sexo", o que é errado; entenda Imagem: Getty Images/iStockphoto

Natália Eiras

Da Universa

27/06/2019 04h00

Muita gente pode confundir gênero, sexo biológico e orientação sexual, mas os três são coisas diferentes. Por isso, nenhum dos três aspectos deveria ser sobreposto ao outro para definir uma pessoa, uma vez que todos eles fazem parte da sexualidade humana.

Ainda está confuso? A Universa conversou com o psiquiatra Alexandre Saadeh, coordenador do Ambulatório Transdisciplinar de Identidade de Gênero e Orientação Sexual do Instituto de Psiquiatria da USP, e o psicólogo Breno Rosostolato, especialista em gênero, e explica a diferença:

Sexo biológico

É o aspecto físico do ser humano, que está diretamente relacionado à presença de um pênis ou uma vagina. Pediatras declaram, no momento do nascimento de um bebê, se ele é macho ou fêmea, levando em consideração a leitura visual do corpo da criança.

Gênero

Por muito tempo, "gênero" foi usado de forma errada como sinônimo de "sexo". No entanto, gênero é uma construção sócio-cultural sobre o que se entende o que é masculinidade e feminilidade. O conceito do que "é de menina ou de menino" surge na união de diversos fatores que determinam como cada gênero deve falar, deve se portar, por exemplo. No entanto, por ser uma leitura social, gênero é mutável.

Segundo os especialistas, gênero é, muitas vezes, confundido com identidade de gênero. Enquanto o primeiro é construção social, o segundo é como um indivíduo se entende como pessoa e como expressa quem é.

Orientação sexual

Não tem absolutamente nada a ver com os dois termos anteriores, mas ainda assim acaba sendo confundido com eles. Orientação sexual é como uma pessoa compreende e direciona o seu desejo sexual. Se é por um homem, uma mulher, por ambos ou para outras identidades de gênero.

O importante é entender que a orientação sexual não tem nada a ver com o gênero da pessoa. Por exemplo, um homem transgênero (aqui estamos falando de identidade de gênero) pode se sentir atraído por outros homens -- esta é a orientação sexual dele. Neste caso, ele é homossexual.