Topo

Violência contra a mulher


Cantora é criticada por ir de vestido decotado e sem sutiã à premiação

A cantora Tanerelle durante o BET Awards - Monica Almeida/Reuters
A cantora Tanerelle durante o BET Awards Imagem: Monica Almeida/Reuters

Da Universa

27/06/2019 13h28

A cantora Tanerelle não deixou por menos os comentários que recebeu por conta do vestido superdecotado e sem sutiã que usou durante a cerimônia do BET Awards. Muita gente criticou a escolha da artista e tiverem os que a ofenderam pessoalmente, dizendo que ela precisava de uma cirurgia plástica por ter seios caídos. No Twitter, Tanerelle decidiu responder aos insultos.

"Para todos os comentários negativos sobre o meu look de hoje, queria dizer que eu não preciso levantar meu peito para usar a p* de um vestido. Sou uma mulher e meus seios naturais são caídos e eu adoro isso e não tenho intenção de mudar isso para me adequar ao seu gosto. Estou aqui fora vivendo meus sonhos e focando em coisas melhores", desabafou. O post viralizou e teve mais de 285 mil curtidas e quase 60 mil retuítes.


Tanarelle ainda fez um post no Instagram em que defende a necessidade de se aceitar e faz um desabafo sobre as críticas constantes. Leia abaixo na integra.

"De acordo com algumas pessoas, eu perdi o senso crítico ontem quando estava me arrumando. O que elas não sabem é que eu tinha um pedaço enorme de fita grossa presa do meu peito ao meu ombro. Quando olhei para a fita, tomei uma decisão consciente de tirá-la, porque eu realmente amo meus seios como eles são naturalmente em comparação com a opção que os deixava perfeitos. A última vez em que eu olhei para eles, pensei em como a maneira com que eu aparecia era tudo o que importava, então eu vou continuar defendendo essa causa porque é impossível agradar a todo mundo. Não posso ser a favorita de todo mundo e nem quero ser, mas contanto que eu possa ir para casa e me sentir bem comigo mesma, especialmente com esse ódio que eu sempre senti a vida inteira. Eu sou boa pra caramba. O que me preocupa é que existem mulheres aí fora que continuam permitindo que os homens determinem seu valor e o que elas podem ou não fazer. Esse lembrete das mentes socializadas em relação ao corpo de uma mulher sempre mexeu comigo, mas não vai mais me colocar para baixo. Isso só intensifica minha missão de incentivar o amor-próprio cada vez mais. Você deve isso a si mesma como uma última tentativa de envolver todas as partes de você que você não gosta só porque alguém disse que você não deveria. Seu corpo, não importa como ele se pareça, é necessário para fazer tudo o que você puder para mantê-la viva e próspera, o que para mim é o que merece todo o amor e cuidado que eu puder dar, então eu vou fazer. Um brinde a todas as tetas. Às pequenas, às grandes, às falsas, aos que não têm tetas, a todas as tetas. E um brinde por simplesmente ser mulher. Nasmulheresnosacreditamos".