Topo

Autoestima


Mulher diz como assumir os fios brancos ainda jovem a deixou mais confiante

A neurocientista e escritora Sara Eisenmann  - Reprodução/Facebook
A neurocientista e escritora Sara Eisenmann Imagem: Reprodução/Facebook

Da Universa

24/06/2019 13h52

Já parou para pensar quantas horas você passa na vida em um salão de beleza? Aos 21 anos, a neurocientista e escritora Sara Eisenmann começou a ter cabelos brancos. Apavorada com a ideia de parecer mais velha, ela passou anos escondendo os cabelos grisalhos com procedimentos caseiros e idas constantes ao salão, para tingir os fios a cada duas semanas. Agora, aos 43 anos, decidiu aceitar o cabelo como ele é e inspirar outras mulheres.

Quando se tornou mãe de sua primeira filha, Naomi, hoje com 11 anos, Sara percebeu que estava com o cabelo todo branco. "Ficou quase inteiramente grisalho, literalmente da noite para o dia. Fui ao espelho um dia e notei como a minha raiz estava branca. Para mim era como estar envelhecendo antes da hora bem no auge da minha juventude", contou ao jornal inglês "Metro". Segundo ela, por conta da falta de tempo, passou a usar produtos caseiros e tintas baratas para disfarçar os fios brancos.

Hoje, a iniciativa de assumir as madeixas como são também tem ajudado outras mulheres. "Surpreendentemente, a resposta é extremamente, positiva. Eu literalmente tenho uma sensação libertadora. O meu cabelo é uma coroa na minha cabeça que fala sobre quem eu sou e o trabalho que fiz para ser eu mesma. A vida é essencialmente muito divertida para mim hoje, por causa de tudo isso", afirmou.